domingo, 4 de junho de 2017

FERA RADICAL (TRILHA SONORA)

RETORNE AO MENU PRINCIPAL
RETORNE AO MENU PRINCIPAL

O que falar das trilhas sonoras de “Fera Radical”? São simplesmente, sensacionais! Músicas que retratam fielmente o ano de 1988, ainda um tempo frutífero na música, tanto nacional como internacional. Ano de grandes canções, excelentes intérpretes e ainda das famosas festinhas de garagem, quando muitos jovens se reuniam para dançar, namorar, curtir os amigos e a vida da melhor maneira possível e, a tira colo, embalados por uma boa trilha sonora de novela da Globo. Época também dos programas "Globo de Ouro" e do finalzinho do "Cassino do Chacrinha". No programa do velho guerreiro não podia faltar Jane Duboc cantando "sonhos", o tema da Claudia (Malu Mader), de "Fera Radical".

"Fera Radical" também contou com sonoplastia de Sérgio Seixas, rei das trilhas sonoras de novelas das seis da Globo.

Tamanha foi à surpresa ao ver Carla Camurati como capa da trilha sonora nacional de "Fera Radical". Não desmerecendo a atriz, que também era musa dos anos 1980, assim como Malu Mader. Mas os colecionadores esperavam ver Malu Mader – a fera radical, gatíssima – na capa do disco. Só restou então torcer para que Malu fosse à capa da trilha sonora internacional, o que também não aconteceu, já que o mérito ficou para José Mayer. Vai entender, né?

A trilha sonora nacional é uma gostosa mistura de pop rock com alguns sertanejos. A trilha abre com “Verdades e mentiras”, uma romântica canção na voz inconfundível de Maria Bethânia e que foi tema de Claudia (Malu Mader) e Fernando (José Mayer). Lulu Santos vem com “A Cura”, uma das mais pedidas nas rádios daquela época e a cara de 1988. Jane Duboc chegava com “Sonhos”, outra música que embalava o casal Claudia e Fernando. Como se tratava de uma novela rural, também não poderia faltar músicas a rigor, tipo a belíssima “Peão” na voz de Almir Sater e que é tema de Fernando. Virgínie e o Fruto Proibido foi uma banda que a vocalista do Metrô (aquele da abertura de Ti Ti Ti) chegava pra arrasar, trazendo a doce “Más companhias” que foi tema de Ana Paula (Claudia Abreu). Ainda tem Gal Costa com “Me faz bem”, tema de Marília (Carla Camurati); “Vida Fácil” com Cazuza, dessa vez fresquinha, fresquinha, lembrando que a música seria explorada em outras novelas do futuro, como “Salsa e Merengue”.

“Verdades e mentiras” faz parte de “Maria”, álbum de Maria Bethânia lançado em 1988. A música “Tá combinado” também está neste álbum e foi tema dos personagens Raquel (Regina Duarte) e Ivan (Antônio Fagundes) na novela “Vale Tudo”, de Gilberto Braga.

“Verdades e mentiras” foi tema de Claudia (Malu Mader) e Fernando (José Mayer).

“A Cura” faz parte de “Toda Forma de Amor”, sexto álbum de estúdio e o primeiro produzido por Lulu Santos. A capa original, que continha o casal de bonecos Barbie e Ken pelados na cama, foi censurada e substituída por uma capa preta com o título do álbum.

“A Cura” foi tema de Claudia (Malu Mader), principalmente em cenas dela montada na moto.

Jane Duboc é o segundo dos três álbuns epônimos da cantora e compositora brasileira Jane Duboc, e também o seu quarto álbum de estúdio. Ele foi lançado em 1987, com o selo "Continental Records".

Este álbum faz parte da fase romântica da cantora, que foi o período de maior popularidade de sua carreira. Desta forma, destacam-se as canções “Chama da Paixão” e "Sonhos", sendo esta última parte da trilha-sonora da novela Fera Radical (Rede Globo), como tema do principal casal da trama, Cláudia e Fernando, vividos pela Malu Mader e José Mayer.

Foi com este álbum que Jane foi agraciada como "Melhor Intérprete" no "Prêmio Festival da Mulher-SP" de 1987.

Crime Perfeito é o álbum de estréia e único lançado em carreira solo pela cantora Virginie Boutaud e sua banda Fruto Proibido.

Antes de lançar o álbum, Virginie passou um tempo estudando piano, canto e escrevendo canções. A música Más Companhias foi incluída na novela Fera Radical como tema de Ana Paula (Claudia Abreu). Virginie é autora de 7 das 10 músicas que aparecem no LP.

Em fevereiro de 1985 foi lançado primeiro álbum do Metrô, Olhar, que colecionou sucessos com "Tudo Pode Mudar", "Johnny Love", "Tititi" e que catapultou a banda à fama e às estradas do Brasil. Com a ruptura ao ritmo de vida e incessantes viagens apareceram divergências e da grande fadiga surgiram dúvidas e veio à ruptura da banda.

Virginie teve oportunidade de participar com Metrô nos filmes Areias Escaldantes de Francisco de Paula, e Rock Estrela de Lael Rodrigues. Em 1995 fez uma curta aparição contracenando com Marcos Nanini no filme de Carla Camurati Carlota Joaquina, Princesa do Brazil.

Em 1988, após ter conhecido outros ares, outras tribos, Virginie entrou no projeto Virginie & Fruto Proibido junto a Don Beto (guitarra), Nilton Leonardi (baixo) e Albino Infantozzi (bateria). O álbum Crime Perfeito saiu pela Epic no mesmo ano. A canção "Más Companhias" seria incluída na trilha sonora da novela Fera Radical . Neste álbum Virginie cantou autores como Itamar Assunção e também assinou parcerias com Don Beto e Philippe Kadosch. Porém, Virginie resolveu deixar de lado a carreira musical e foi trabalhar no Consulado da França, em São Paulo. Lá conheceu o diplomata francês Jean-Michel Manent, seu futuro marido, com quem teve duas filhas e foi viver fora do Brasil.

“Castigo” é uma música de Eduardo Dusek feita para a trilha sonora de Fera Radical. No mesmo ano, o cantor – que também é ator – gravou “Amor e bombas” para ser o tema da abertura de “Bebê a Bordo”, novela de Carlos Lombardi exibida às 19h na Globo.

“Castigo” é tema do casal Robério (Older Cazarré) e Lourdes (Cleyde Blota).

“Cremoso” faz parte do álbum “Mitos” de César Camargo Mariano, lançado em 1987. “Mitos” foi a música de abertura da novela “Mandala”, de Dias Gomes, entre 1987 e 1988.

“Cremoso” foi tema de locação no Rio de Janeiro.

“Peão” faz parte do álbum de Almir Sater lançado pela RGE em 1988.

“Peão” foi tema de Fernando (José Mayer).

“Lua de Mel Como o Diabo Gosta” é o vigésimo primeiro álbum de Gal Costa. No ano seguinte, 1988, apresentou o show da turnê "Lua de Mel Como o Diabo Gosta", a música "Me Faz Bem", composta por Milton Nascimento e Fernando Brant, tema de Marília (Carla Camuratti) em “Fera Radical”.

“Tabuleiro” faz parte do álbum “Cartas, Canções E Palavras” da dupla sertaneja Sá & Guarabyra, lançado pela RCA em 1988.

“Tabuleiro” foi tema de Altino (Paulo Goulart).

“Vida fácil” faz parte de “Ideologia”, terceiro álbum solo do cantor de rock brasileiro Cazuza, lançado em 1988. É um disco conceitual e é também considerado o seu melhor álbum de estúdio e ganhou o Prêmio Sharp de melhor álbum, no ano de seu lançamento.

É considerado um de seus melhores álbuns e nele Cazuza fala sobre sua relação com a AIDS e com a morte. A capa do álbum causou certa polêmica pois misturava suásticas e estrelas de Davi. O disco também se destacou pela canção "Faz parte do meu show", com arranjos de Bossa Nova tendo acompanhamento orquestral. “Faz parte do meu show” também fez parte da trilha sonora da novela “Vale Tudo”, como tema de Solange (Lídia Brondi) e Afonso (Cássio Gabus Mendes).

“Vida fácil” foi tema de Paxá (Tato Gabus Mendes).

“Sobrou pra mim” faz parte do álbum de mesmo nome, do cantor e compositor Tunai, lançado em 1988.

Depois de se transferir para Belo Horizonte, onde concluiu seu curso de Engenharia Civil na cidade de Ouro Preto, Tunai – que é irmão do também cantor e compositor João Bosco – trabalhou durante um tempo como engenheiro e depois deixou a engenharia civil para se dedicar à carreira de músico, estreando em 1978. Trabalhou com o letrista Sergio Natureza, com quem compôs músicas para vários artistas como Elis Regina, Simone, Gal Costa, Nana Caymmi, Milton Nascimento, Beto Guedes, Roupa Nova, Fafá de Belém, Elba Ramalho e Sérgio Mendes, sempre com sucesso.

Na carreira-solo, tornou-se famoso com o hit Frisson, do disco Em Cartaz (1984) e que foi tema da novela "Suave Veneno", da TV Globo. Escrevendo para o Yahoo!, Regis Tadeu publicou uma crítica positiva para o cantor em 2012: "Este talentoso e veterano cantor mineiro nunca recebeu os devidos créditos por conta de seu trabalho bem acima da média dos compositores advindos dos anos 70, mesmo que várias de suas canções tenham sido gravadas por Elis Regina, Fafá de Belém e Gal Costa. (...)"

“Sobrou pra mim” foi tema de Betty (Alexandra Marzo).

“Pedaços” faz parte do álbum do cantor João Caetano, lançado em 1988.

“Pedaços” foi tema de Olívia (Denise Del Vecchio).

“Fera radical” faz parte do único álbum da cantora Solange, lançado em 1988. No mesmo álbum tem a música “Me da um alô”, que foi tema da novela “Bebê a Bordo”.

E quem disse que novela rural não tinha direito a trilha sonora internacional? “Fera Radical” quebrava esta impressão trazendo músicas internacionais de arrepiar como She's Like The Wind do Patrick Swayze & Wendy Fraser, a dançante Get Outta My Dreams, Get Into My Car com Billy Ocean, a romântica (You Make Me Feel Like A) Natural Woman com Carrie Hamilton & Yutaka Tadokoro e That's What Love Is All About com Michael Bolton, a sensacional Lessons In Love com Level 42 tema inconfundível de Claudia montada na moto; a mega dançante e explorada nas radios e discotecas da época: Tell It To My Heart com Taylor Dane, a mais pedida: Special Way com Kool & The Gang e muitas, muitas outras.

“She's Like the Wind” é uma canção de 1987 criada pelo ator Patrick Swayze para o filme Dirty Dancing e também foi incluída na trilha sonora do filme.

Também foi indicada a vários prêmios, mas não ganhou nenhum.

No Brasil ficou bastante conhecida pelos fãs do filme, sendo reconhecida como uma das músicas mais românticas na época.

“She's Like the Wind” foi tema de Ana Paula (Claudia Abreu).

“Get Outta My Dreams, Get Into My Car” faz parte de “Tear Down These Walls”, sétimo álbum de estúdio do artista britânico Billy Ocean . Foi lançado originalmente em janeiro de 1988 por Jive e Arista.

“Get Outta My Dreams, Get Into My Car” é tema geral da novela.

Em 1988, Carrie Hamilton & Yutaka Tadokoro regravaram You Make Me Feel (Like a natural Woman) do original de Aretha Franklin, em 1967. Poucos sabem, mas Carrie Hamilton, além de cantora, também foi atriz e participou das últimas temporadas da série dos anos 80, Beverly Hills 90210 (Barrados no Baile, título no Brasil ou Febre em Beverly Hills, título em Portugal)).

Carrie Hamilton sofreu com o vício em drogas e acabou morrendo, precocemente, ao contrair um câncer, em 2002, aos 38 anos.

“You Make Me Feel (Like a natural Woman)” foi tema romântico de Claudia (Malu Mader) e Fernando (José Mayer).

"Living in a Box" é uma canção de Living in a Box lançada em 1987 como seu single de estreia e o primeiro single de seu álbum de estreia autointitulado do mesmo nome.

A canção tem muitas características de uma canção dos anos 1980, incluindo um ritmo conduzido por sintetizador, com distribuição vocal emotiva de Richard Darbyshire acima dela.

Foi o maior sucesso do grupo em cada lado do Atlântico, chegando à 5ª posição na parada UK Singles Chart e tornando-se o único sucesso dos Top 40 nos Estados Unidos, chegando à 17ª posição na Billboard Hot 100.

A canção foi regravada por Bobby Womack, que trabalhara com Living in a Box em seu álbum de estreia; sua versão chegou à 70ª posição no Reino Unido e foi um mínimo sucesso nos Estados Unidos.

"Living in a Box" também foi tema do filme “Mestres do Universo” em 1987. Uma tentativa – fracassada –  de trazer He-man às telas de cinema.

A canção é destaque nas versões de PlayStation 4, Xbox One, e Microsoft Windows do jogo Grand Theft Auto V na rádio Non Stop Pop FM. A partir de agosto de 2013, a canção foi usada em um comercial de TV da Vodafone.

"Living in a Box" foi mais um tema geral da novela “Fera Radical”.

“That's What Love Is All About” faz parte de “The Hunger”, quinto álbum de estúdio do músico, cantor e compositor estadunidense Michael Bolton, lançado em 1987.

"That's What Love Is All About" foi tema de Marília (Carla Camuratti) e Heitor (Thales Pan Chacon).

“Running in the Family” é um álbum do grupo musical britânico Level 42 , lançado em 1987 pela gravadora Polydor.

Ele contém, entre outras coisas, a faixa-título, que foi publicado pouco antes no 45 giri, e “Lessons in Love”, bem-sucedido single lançado em 1986.

“Lessons in Love” foi tema de Claudia (Malu Mader).

“Love Changes Everything” é um single de 1987 da dupla pop britânica Climie Fisher , que ganhou sucesso internacional em seu relançamento em 1988.

Climie Fisher escreveu a canção pensando que Rod Stewart poderia cantar, mas Stewart recusou e eles lançaram a música em 1987. O jornalista da Allmusic, Michael Sutton, descreveu a versão da música de Climie Fisher como "um coro que adere ao cérebro como cola. Em doses limitadas, é tão saboroso quanto um sundae de chocolate".

“Love Changes Everything” foi tema de Rafael (George Otto).

A dançante “Tell It To My Heart” faz parte do álbum, de mesmo nome, da cantora americana de freestyle e dance-pop, Taylor Dayne, lançado em 1987.

“Tell It To My Heart” foi outro tema geral de “Fera Radical”.

“Promises” faz parte de “Time and Tide”, álbum de estréia da cantora e compositora de jazz e jazz pop Basia , originalmente lançado em 3 de abril de 1987, no Reino Unido pela Portrait Records (CBS) e nos Estados Unidos em 21 de agosto de 1987 pela Epic Records . Co-produzido e co-escrito pela própria Basia e Danny White.

“Promises” foi tema de Paxá (Tato Gabus Mendes).

“Special Way” faz parte de “Forever”, álbum da banda Kool & The Gang, lançado em 1986.

“Special Way” foi tema de Vicky (Claudia Magno).

“Mary's Prayer” é uma música sophisti-pop do grupo pop / rock escocês Danny Wilson : apresentado no álbum de estreia, “Meet Danny Wilson”, de 1987. "Mary's Prayer" acabaria se tornando um hit Top teen nas Ilhas Britânicas e também um Top 40 hit nos EUA.

“Mary's Prayer” foi tema geral de “Fera Radical”.


Trilha Sonora Nacional




















1. Verdades e Mentiras – Maria Bethânia (Tema de Cláudia)
2. A Cura – Lulu Santos (Tema de Cláudia)
3. Sonhos – Jane Duboc (Tema de Cláudia e Fernando )
4. Más Companhias – Virginie e o Fruto Proibido (Tema de Ana Paula)
5. Castigo – Eduardo Dusek (Tema de Robério e Lourdes)
6. Cremoso – César Camargo Mariano (Tema de locação)
7. Peão – Almir Sater (Tema de Fernando)
8. Me Faz Bem – Gal Costa (Tema de Marília)
9. Tabuleiro – Sá & Guarabira (Tema de Altino)
10. Vida Fácil – Cazuza (Tema de Paxá)
11. Paraíso – Mú (Tema de Heitor)
12. Sobrou Pra Mim – Tunai (Tema de Betty)
13. Pedaços – João Caetano (Tema de Olívia)
14. Fera Radical – Solange (Tema de Abertura)

Trilha Sonora Internacional




















1. She's Like The Wind(part. Wendy Fraser) – Patrick Swayze (Tema de Ana Paula)
2. Get Outta My Dreams, Get Into My Car – Billy Ocean (Tema Geral e de Alex)
3. You Make Me Feel (Like a natural Woman) – Carrie Hamilton & Yutaka Tadokoro (Tema de Cláudia e Fernando)
4. Living In A Box – Living In A Box (Tema Geral)
5. That's What Love Is All About – Michael Bolton (Tema de Marília e Heitor)
6. Lessons In Love – Level 42 (Tema de Cláudia)
7. Magic Emotions – Joel Paul Drade (Tema de Altino e Marta)
8. Love Changes Everything – Climie Fisher (Tema de Rafael)
9. Tell It To My Heart – Taylor Dayne (Tema Geral)
10. Just A Little Love – Rainier Hoeglmeier (Tema de Betty e Dudu)
11. Promises – Basia (Tema de Paxá)
12. Special Way – Kool & The Gang (Tema de Vicky)
13. Watch Your – Step Star (Tema Geral)
14. Mary's Prayer – Danny Wilson (Tema Geral)

Sonoplastia: Sérgio Seixas
Supervisão musical: Márcio Antonucci
Seleção musical da trilha internacional: Sérgio Motta
Produção musical: Sérgio de Carvalho


FERA RADICAL (ABERTURA E FIXA TÉCNICA)

AGORA VEJA FERA RADICAL (ABERTURA E FIXA TÉCNICA)

RETORNE AO MENU PRINCIPAL
RETORNE AO MENU PRINCIPAL

Nenhum comentário :