segunda-feira, 1 de maio de 2017

TIETA (RESUMO DOS CAPÍTULOS) Parte 4

Veja a quarta parte do RESUMO DOS CAPÍTULOS de TIETA (VAMOS RECORDAR)

RETORNE AO MENU PRINCIPAL

RETORNE AO MENU PRINCIPAL

Mais tarde, Ascânio entrega a carta à Helena e ordena para que a mulher deixe sua casa, juntamente com a carta do amante.

Furioso, Ascânio esclarece para a mulher que, agora sabe, que o seu amante havia terminado a relação antes mesmo dela o abandonar.

“Devia ter lhe dito antes, Helena. Vou me casar na próxima semana. Quanto a sua gravidez...” trecho da carta que Ascânio ler.

Helena implora, mais uma vez, o perdão do marido. Mas Ascânio está decidido a não voltar atrás e expulsa a mulher a força de sua casa.

Aída pede uma explicação a Modesto Pires sobre a cabeça de bumba meu boi que estava na casa de Juraci e foi parar em sua casa. Modesto tenta se explicar, se fingindo de ofendido e enganando a mulher novamente.

Ao mesmo tempo, Juraci está chamando a atenção do marido sobre o sumiço de sua cabeça de bumba meu boi.

Silvana não gosta da maneira que o pai fala com Juraci e toma as dores da mãe.

Imaculada aproveita que o Coronel Artur da Tapitanga anda empolgado com suas histórias, para armar mais uma contra ele.

Helena procura Elisa para desabafar a briga com Ascânio. A mulher de Timóteo pede ao marido para que a amiga fique em sua casa, mas Timóteo não deixa.

Helena tenta se hospedar na pensão de Dona Milu mas dá de cara com Carmosina, que a expulsa da pensão. Antes, porém, Helena tenta humilhar Carmosina por causa da solteirice, mas Carmô a chama de falsa e catraia.

Helena também tenta passar a noite no boteco do Chalita e o vendedor avisa que só será naquela noite.

Imaculada consegue fazer com que o Coronel Artur da Tapitanga adormeça, ouvindo suas histórias e assim, consegue se livrar da obsessão do coronel.

Tieta procura Carmosina e pede pra amiga deixar Helena dormir na pensão, pois estranha a atitude da amiga.

Osnar observa Helena chorando num canto do boteco do Chalita. O bem dotado fica com pena da ex de Ascânio.

Jairo aparece no boteco de Chalita e avisa a Helena que dona Milu a deixará dormir na pensão.

Comandante Dário começa a dar aulas de natação a Silvana, na praia.

Carol solta indiretas para Modesto Pires, deixando ele pensar que ela pode viver sem sua ajuda.

Helena procura Ascânio para tentar convencê-lo de que alguém de Santana do Agreste pode ter escrito a carta, já que era datilografada. Mas Ascânio resiste a mais um cinismo da mulher. Agora, só resta para Helena, deixar Santana do Agreste.

Zuleika Cinderela aparece na sacristia para dar o donativo à igreja, conseguido através da festa que fez para os clientes da Casa da Luz Vermelha. Perpétua estava pronta para expulsar a prostituta quando Tieta aparece e sai em sua defesa.

Padre Mariano conversa com Tieta sobre o afastamento de Ricardo da igreja.

Leonora procura Ascânio para dar forças ao amigo. Na ocasião, os dois começam a se entender melhor.

Ricardo confessa a Tieta que está disposto a se confessar com o padre Mariano sobre a relação deles. Tieta encoraja o sobrinho a fazer a confissão.

Mais tarde, Ricardo procura padre Mariano para confessar seu amor por Tieta. Mas o padre não quer saber o nome da mulher que Ricardo está apaixonado a ponto de renunciar tornar-se um padre.

A espera de uma reunião familiar convocada por Tieta, Zé Esteves não gosta nada em saber que a cabritona está reunida com Ricardo no quarto.

Ricardo conta pra Tieta que padre Mariano aprovou a relação deles, mas não quis saber o nome da mulher.

Minutos depois, Tieta deixa o quarto de Ricardo e aparece na sala, onde sua família a espera curiosa, para saber o motivo da reunião. Perpétua, como sempre, aproveita para bajular a irmã, sabendo que Ricardo é o seu sobrinho preferido.

Tieta decide arrumar, de uma vez por todas, a vida da família e deixar de dar dinheiro todo dia 5. A Tonha Tieta dá uma casa e algumas ações, em nome dela, para que a madrasta não passe necessidades por causa de Zé Esteves.

A Timóteo, Tieta patrocina uma viagem a São Paulo para ele fazer um curso e se aperfeiçoar em negócios, já que ela se tornará sua grande sócia na lojinha. Elisa fica feliz da vida achando que também conhecerá Sum Paulo, mas se decepciona quando Tieta avisa que a viajem será apenas de Timóteo.

Zé Esteves se revolta ao saber que Tieta ajudará Timóteo mas não comprará cabras pra ele.

Perpétua é outra que fica decepcionada ao saber que não terá a ajuda de Tieta. A cabritona deixa claro pra irmã, que ela não precisa da sua ajuda, já que tem a pensão gorda do marido militar e algumas casas de aluguel.

Elisa se revolta ao perceber que não ganhou nada de Tieta, esquecendo que a irmã investirá pesado na loja de Timóteo.

Mas tarde, em casa, Zé Esteves se revolta porque Tieta não comprou as cabras pra ele. Tonha, como sempre, tenta acalmar o marido. Zé Esteves ainda exige que Tonha entregue as ações em suas mãos. O velho avisa pra mulher não ficar muito feliz, pois ainda irá enterrá-la.

Não conformado, Zé Esteves ainda vai à casa de Timóteo, a fim de brigar com o genro.

Perpétua tenta arrancar do filho, Ricardo, alguma confissão de Tieta em relação aos bens da irmã.

Tieta desabafa com Leonora sobre a família gananciosa, que só pensa em devorar seu dinheiro. A cabritona diz que Tonha é a única sensata.

Perpétua entra no quarto de Tieta para tomar satisfações com a irmã. A beata bruxa não entende por que a cabritona não ajudou, financeiramente, seus filhos Peto e Ricardo. Principalmente Ricardo.

Ultraleves invadem o céu da pequena Santana do Agreste, chamando a atenção da população, que corre feliz para vê-los pousar.

Ascânio, Silvana e o Comandante Dário vão recepcionar os misteriosos forasteiros Rosalvo e Bebê. Os dois deixam claro que Santana do Agreste é o destino da viagem deles e que investirão num grande negócio. Ascânio, Dário e Silvana ficam curiosos.

Tieta acha que a chegada dos forasteiros Rosalvo e Bebê pode atrapalhar seus planos. A cabritona desconfia dos forasteiros.

Através de Ascânio, Rosalvo e Bebê conhecem o Coronel Artur da Tapitanga. O coronel não gosta nada em saber que os forasteiros estavam bem informados sobre sua pessoa.

Bebê conhece Osnar e aproveita para se insinuar pro bem dotado mais famoso da cidade.

Modesto Pires, Marcolino e Timóteo também conhecem Rosalvo e Bebê e ficam sabendo que os forasteiros investirão num complexo industrial em Santana do Agreste.

Elisa estava aprendendo uma receita de comida com dona Milu, quando Rosalvo e Bebê chegam para se hospedar em sua pensão.

Na ocasião, Elisa dá de cara com Rosalvo e o homenzarrão joga charme pra cima da mulher de Timóteo.

Comandante Dário fica desconfiado de Rosalvo e Bebê. Conversando com a esposa, ele se lembra que os forasteiros são os mesmos que andava fazendo pesquisa durante a noite, na praia e que todos pensaram que eram ETs.

Durante o jantar, Tieta aparece na pensão de dona Milu e pergunta o que Rosalvo e Bebê vieram fazer em Santana do Agreste.

Bebê e Rosalvo avisa que vieram em nome de uma empresa internacional e que esclarecerão melhor sobre seus planos, no dia seguinte, numa reunião na prefeitura.

Ornar faz uma serenata a Bebê com a ajuda de Ascânio e Amintas. Carmosina fica com ciúmes.

Perpétua se emociona, ao ouvir a serenata, recordando que seu marido, Major, fez uma igual pra ela certa vez. Depois, a beata se abraça com a enorme caixa branca.

Cinira flagra Perpétua abraçada com a caixa, mas a beata a tranca no guarda-roupas.

A serenata acaba comovendo todos os moradores de Santana do Agreste.

Após a serenata, Ascânio e Leonora vão chupar um picolé no banco da praça. Louquinhos de desejo, um pelo outro.

O secretário do prefeito acompanha a amiga até a casa de Perpétua. Ascânio e Leonora acabam se beijando, ardentes de amor, para felicidade da suposta enteada de Tieta.

Carol pensa em Osnar, caminhando sozinha a beira mar de Mangue Seco, durante a noite.

Enquanto isso, Osnar e Bebê tomam banho de mar, nus, em plena noite no Mangue Seco.

Carol acaba flagrando Bebê e Osbar, seminus, a beira da praia e não gosta nada no que vê.

A Mulher de Branco resolve sair na calada da noite. Misteriosamente, Tonha, Amorzinho, entre outras, também saem misteriosamente.

Rosalvo resolve sair sozinho, na calada da noite e acaba sendo atacado pela Mulher de Branco. Só se ouve o grito de prazer do forasteiro.

Amintas e Chalita veem Bebê chegando após o encontro com Osnar e comentam que, provavelmente a forasteira não aguentou os dotes do amigo.

Amintas e Chalita também encontram Rosalvo, após o forasteiro ter sido seduzido pela Mulher de Branco. Na ocasião, Rosalvo estava sem a calça, característica do ataque da suposta assombração.

Tonha, Amorzinho, Cinira e Carmosina chegam misteriosamente em suas casas.

Tieta aproveita para provocar Perpétua, assim que flagra a irmã chegando de fininho.

Jairo não se conforma quando Rosalvo não consegue explicar, exatamente, o que aconteceu durante o ataque da Mulher de Branco. Até hoje, nenhuma vítima conseguiu explicar.

Osnar procura Carol para se explicar sobre a noite, na praia, com Bebê. Mas Carol se aborrece muito com o bem dotado e os dois discutem.

Osnar percebe que Carol está com ciúmes dele e os dois acabam, finalmente, se entregando a paixão.

Modesto Pires quer saber o que a filha, Letícia, iria dizer sobre Carol na hora do grito de Rosalvo (que estava sendo atacado pela Mulher de Branco). É quando Aída diz que Letícia iria falar que o nome do namorado de Carol é Osnar.

Aída revela pra Modesto Pires que Carol namora Osnar e sai da sala, deixando o marido estarrecido com a revelação.

Rosalvo e Bebê conversam sobre os secretos planos catastróficos em Santana do Agreste.

Furioso, Modesto Pires procura Carol para pedir satisfações sobre o boato de seu namoro com Osnar.

O dono do curtume volta a amarrar a sua teúda e manteúda no pé da mesa.

Em reunião com Ascânio, Bebê e Rosalvo avisam que estão em Santana do Agreste, para fazerem um estudo sobre o ambiente, fazendo um levantamento sobre todas as possibilidades da cidade.

Laura e Dário ficam indignados em ver Carol amarrada por Modesto Pires.

Osnar tenta dobrar Bebê mas percebe que a forasteira é uma fera.

Cinira tem uma nova crise ao ver Osnar e Bebê abraçados se beijando.

Morrendo de ciúme, Carmosina aparece no quarto de Bebê para chamar a atenção dela e Osnar. A solteirona pede respeito na pensão da mãe.

Modesto Pires faz uma visita ao Comandante Dário e Laura, na intenção de descobrir se Carol tem um amante. Mas o casal constrange o dono do curtume, afirmando que Carol é sua teúda e manteúda.

Elisa aparece na pensão de dona Milu e não consegue disfarçar o interesse por Rosalvo. Dona Milu percebe tudo.

Timóteo acaba flagrando Elisa numa conversa suspeita com Rosalvo. Em casa, o casal tem uma grande discussão por causa de Rosalvo.

Imaculada continua tirando o Coronel Artur da Tapitanga de tempo, através de suas histórias empolgantes.

Ascânio conversa com Osnar e Amintas sobre o progresso de Santana do Agreste. na ocasião, Amintas ironiza, pergunta a Osnar se ele vai fazer uma despedida para Bebê, que deixará Santana do Agreste junto com Rosalvo.

Modesto Pires quer saber o que Osnar pretende com suas insinuações. Na ocasião, o dono do curtume quer saber o que o bem dotado anda fazendo em Mangue Seco, mas Osnar consegue tirá-lo de tempo em relação a seus encontros com Carol.

Peto, Letícia e os amigos admiram os ultraleves de Rosalvo e Bebê.

Os forasteiros aproximam-se dos ultraleves para seguir viagem. Leonora e Ascânio vão se despedir do casal de amigos.

Da varanda de sua casa, Elisa acena para o ultraleva de Rosalvo.

Tieta conversa com Timóteo sobre sua viagem a São Paulo. Na ocasião, a cabritona desabafa sobre a revolta de Elisa. Tieta também avisa a Carmosina que Timóteo estará bem assessorado em São Paulo.

Osnar aparece no correio e Carmosina tem um novo ataque de ciúmes, voltando a destratar o bem dotado.

Percebendo o amor não correspondido de Carmosina por Osnar, Tieta resolve aconselhar a amiga mais uma vez.

Carmosina avista a “Arca dos Sonhos”, o caminhão de Gladstone em plena praça da cidade e fica encantada com a gentileza do mais novo visitante de Santana do Agreste.

Em seguida, Carmosina apresenta Gladstone à mãe, para que o forasteiro se hospede na pensão.

Cinira não gosta nada em ver Amintas saindo todo feliz da casa de Amorzinho. A beata solteirona logo cobra explicações da amiga.

Os garotos da cidade e Bafo de Bode ficam curiosos, loucos para saber o que tem dentro da chamada “Arca dos Sonhos”, o caminhão de Gladstone.

Todos na cidade ficam curiosos sobre a “Arca dos Sonhos” de Gladstone. Leonora conversa com Tieta, desconfiada se a madrasta tem alguma coisa a ver com a chegada de Gladstone.

Tieta vai até a pensão de dona Milu na intenção de conhecer Gladstone. Mas, na verdade, a cabritona está disfarçando que é amiga íntima do forasteiro.

A funcionária de Timóteo diz para Elisa que sua igreja é a Assembleia de Cristo Rei. Para se proteger de satanás, a funcionária diz que não usa pinturas, tão pouco roupas insinuantes. Tonha diz que Deus é amor, é vida e alegria, livre de sacrifícios.

Zé Esteves não gosta nada em ver Tonha e Elisa olhando a Arca dos Sonhos e manda a esposa pra casa.

“Marciano, homem que avoa, industria não sei de quê, caminhão dos sonho! Tudo isso por causa de Tieta, desde que ela chegou, com aquele rabo enorme, virou tudo de perna por ar.” Coronel Artur da Tapitanga comenta com Trapizomba, sobre as atuais esquisitices de Santana do Agreste.

Imaculada faz um pedido em nome de todas rolinhas: ela quer que o Coronel Artur da Tapitanga as deixe ir na festa da inauguração da luz de Santana do Agreste, logo mais à noite. O coronel deixa apenas que as rolinhas compareçam na missa, mas só se Imaculada for. A rolinha rebelde aceita a condição, deixando as amigas feliz.

Perpétua diz pra Tieta e Leonora que acha que tem um cabaré dentro da Arca dos Sonhos.

Tieta comenta com Leonora que o maior sonho de perpétua é ver um show de cabaré. As duas se divertem.

“Uma coleção de bichinhos de cristal. De todos os tamanhos e feitios. Tão delicados”. É o que Aída acha que tem dentro da Arca dos Sonhos.

Padre Mariano acha que o que tem dentro da Arca dos Sonhos é uma imagem nova de Sant’ Ana, em tamanho natural, com manto de veludo de verdade e Nº Senhor com o resplendor de ouro, cravejado de diamantes.

Elisa sonha com um televisor de som astereofônico, pois Assuntinha falou na rádio que tem um igual.

Zé Esteves acha que a Arca dos Sonhos traz um rebanho de cabras. Já Tonha, acha que a arca traz vestidos tão bonitos que Zé Esteves não teria coragem de rasgar.

Modesto Pires acha que a Arca dos Sonhos traz cofres bem modernos. Com alarme e tudo o mais. Carol acha que a arca trará uma escolinha infantil, com o filho dentro lhe dizendo que ela veio encontrá-lo. Na ocasião, Modesto quer saber se Carol andou comentando sobre o filho. A teúda e manteúda garante que nunca falou nada pra ninguém.

Durante a decoração da praça, para a noite da inauguração da luz elétrica de Santana do Agreste, Perpétua solta uma indireta sobre a solteirice de Carmosina e a representando do correi da cidade revida, falando sobre a misteriosa caixa branca da beata.

Todos da pequena Santana do Agreste estão reunidos na igreja, onde padre Mariano se prepara para celebrar a missa da inauguração da luz elétrica.

De repente, Imaculada fica perplexa ao ver Ricardo, até então seu príncipe encantado, segurando o turibulo esfumaçante no altar.

Imaculada não aguenta e, em choque, solta um estridente grito de pavor e cai desmaiada em pleno chão da igreja, chamando a atenção de todos.

Tieta logo aproxima-se de Imaculada e acha que o desmaio foi culpa do bode velho, Coronel Artur da Tapitinga.

Antes que o tumulto tome proporções incontroláveis, padre Mariano repreende todos.

Filó e as outras rolinhas do coronel, deixam a igreja para socorrerem Imaculada.

Padre Mariano, então, convoca todos para dar prosseguimento à missa.

A banda toca no coreto da praça de Santana do Agreste. Todos esperam, ansiosos, à inauguração da luz.


– Eu sei que vocês estão homenageando Antonieta. Eu não sei se é justa a homenagem, que não cabe a me julgar! Mas eu quero aproveitar a ocasião e pedir a vocês que não se esqueçam da Tieta que foi embora. Porque, se vocês não tivessem cometido a bondade de ter expulsado ela daqui, hoje não haveria Antonieta, nem luz elétrica, nem motivo nenhum pra festejar. – são as palavras do discurso de Tieta, alfinetando o pai Zé Esteves e Perpétua.

Em seguida, Tieta retira o cobertor da placa em sua homenagem.

Perpétua logo se aproxima para examinar a placa, constatando que está tudo errado. A beata não acha certo não ter o sobrenome da sua família na placa, que traz o sobrenome de casada, de Tieta.

Ascânio diz que foi culpa de Salvador, de onde veio à placa, mas que concertar o erro assim que puder. Perpétua não aceita as desculpas e decide que a festa terá que ser adiada, despertando a revolta de todos.

Perpétua se retira, junto com Zé Esteves que ainda força Tonha a lhe acompanhar.

Tieta contorna a situação, dizendo que a festa irá continuar.

Transtornada com por ter visto Ricardo na igreja, Imaculada fica sabendo por Filó que seu príncipe encantado na verdade é sobrinho de Tieta. Filó conta que Ricardo estuda para ser padre.

Coronel Artur da Tapitanga aparece no quarto para saber se Imaculada está melhor, mas os dois terminam discutindo.

Elisa, Tonha e Zé Esteves vão esperar a marinete de Jairo que traz Timóteo da viagem de São Paulo. Na ocasião, Timóteo fica sabendo que Zuleika Cinderela sofreu um acidente na casa da luz vermelha e que ficará numa cadeira de rodas, até se recuperar.

Elisa fica com ciúmes ao saber que Timóteo cuidou de negócios, em São Paulo, com uma tal de Ninete.

Não satisfeita, Elisa procura Tieta para pedir informações sobre Ninete, achando que o procurador da irmã era um homem ao invés de uma mulher.

A noite chega, todos os moradores de Santana do Agreste estão reunidos na praça, bem em frente à Arca dos Sonhos de Gladstone. Eles esperam curiosos Gladstone abrir a arca e revelar o que tem dentro.

De repente, as portas da Arca dos Sonhos se abrem e todos ficam encantados com os inúmeros televisores que dão um verdadeiro show de luzes e cores.

Os televisores transmitem a imagem de Assuntinha Ferreira, que parece falar com todos ao vivo. Elisa fica num encanto só, a ponto de aproximar-se mais dos televisores e conversar com Assuntinha.

“Deus disse: faça-se a luz e a luz foi feita, e Santana do Agreste saiu das trevas.” E assim, Gladstone anuncia a chegada da luz a Santana do Agreste.

Modesto Pires questiona Gladstone, dizendo que ele é um simples vendedor. Mas Gladstone o contesta, afirmando que ele é muito mais que um vendedor, pois satisfaz desejos. Carmosina fica ainda mais admirada.

Perpétua critica as TVs que Gladstone veio vender em Santana do Agreste. mas Amorzinho fica entusiasmada com a ideia. Cinira sonha comprar um aparelho de som para ouvir Julio Iglesias.

Querendo prejudicar as vendas de Gladstone, Perpétua vai a porta da igreja fazer campanha contra o vendedor. Mas ninguém concorda em fazer uma marcha contra a venda dos televisores e a deixa falando sozinha.

Tieta está em seu quarto, desfrutando os prazeres que o sobrinho Ricardo lhe oferece, quando são surpreendidos por Cosme, que começa a bater na porta, querendo que a cabritona abra. Ricardo fica aflito e Tieta tenta acalmá-lo.

Cosmo insiste para que Tieta abra a porta e o barulho acorda Perpétua, que se aproxima do seminarista para saber por que ele está incomodando a irmã. É quando Cosme diz que tem certeza que Ricardo está no quarto com Tieta.

Tieta, então, resolve abrir a porta já dizendo que não tem nada demais uma tia ficar trancada num quarto com o sobrinho. Perpétua dá razão a Tieta, deixando Cosme irritado.

Juraci vê a enorme caixa branca de Perpétua, na cama da patroa e logo se aproxima para ver o que tem dentro. Perpétua chega no exato momento que sua empregada está abrindo a caixa. A beata grita com Juraci e lhe dá um tapão na cara.

Gladstone e Carmosina conversam a sós na calada da noite. Eles se entendem melhor cada vez mais.

No outro dia, Cosme, muito aborrecido e louco de ciúmes, aparece no quarto de Ricardo para pedir satisfações do amigo em relação à Tieta. O casal de amigos tem uma nova discussão por causa da cabritona.

Irritado, Ricardo diz que o amigo tem que pedir perdão a Tieta e lembra que já o salvou de ser expulso do seminário, pois Cosme já chegou a roubar um dinheiro para satisfazer seus desejos. Portanto, Cosme não tem moral alguma para lhe julgar.

Imaculada diz para o Coronel Artur da Tapitanga que a fonte secou e as histórias se acabaram. O coronel fica furioso ao saber que a rolinha rebelde deixou de contar histórias. Ele não entende a revolta da rolinha.

Imaculada e o coronel tem mais uma grande discussão, chamando a atenção de todos da fazenda e deixando as outras rolinhas assustadas.

Imaculada desabafa sua decepção a Filó. A rolinha agora sabe que seu príncipe encantado nunca irá lhe salvar. Ela sente-se sozinha na vida.

Tieta aparece na fazenda do coronel, preocupada com Imaculada e querendo saber informações sobre a rolinha, após a crise na igreja.

Depois de uma discussão com o coronel, Tieta consegue visitar Imaculada no quarto.

Imaculada jura pra Tieta que, pela alminha de seu irmão Celso, que morreu ainda anjinho e que ela mesma fez mortalha e enterrou, que o coronel não tem nada a ver com a causa de sua tristeza.

Imaculada revela pra Tieta que seu príncipe encantado dos sonhos, nunca a salvará. Tieta dar uma força a rolinha e se preocupada ainda mais com seu estado.

Com seu jeito faceiro, Tieta pede ao coronel, que ele tire Imaculada do castigo.

Dona Milu, Jairo e Carmosina ficam empolgados com a TV comprada na Arca dos Sonhos. Gladstone aproveita para aproximar-se ainda mais de Carmosina.

Coronel Artur da Tapitanga manda Filó ir à cidade para lhe levar um recado. Enquanto isso, as rolinhas questiona Imaculada, dizendo que ela quebrou a sala do coronel, em um momento d fúria. Imaculada deixa claro para as outras rolinhas, que tem coragem de se libertar do coronel.

Filó chega à casa de Perpétua para passar um recado do coronel a Tieta. Na ocasião, Cosme a ver na sala e demonstra preocupação, lembrando a Filó que não sabe como todos na cidade não se mobilizam em sua defesa e das outras rolinhas, contra o coronel.

Tieta fica feliz ao saber que o coronel concordou com sua ideia em relação à Imaculada. Filó conversa com Tieta sobre Imaculada e revela que ela e a rolinha a tem como uma santa. Ela também explica que só tem a fazenda do coronel para morar, assim como as outras rolinhas e que não sobreviveria sem a ajuda do coronel. Caso contrário, teria que morar na casa da luz vermelha para se manter. Tieta tenta disfarçar o constrangimento.

Dona Milu diz que Carmosina vai ter uma gastura nas vistas, ao ver que a filha não consegue se desgrudar da TV. Na ocasião, Carmosina está assistindo a novela das sete, Top Model.

Gladstone também entra na sala e se aproxima de Carmosina, todo encantador. O caixeiro-viajante está mesmo disposto a conquistar o amor da solteirona.

EM BREVE, veja a quinta parte do RESUMO DOS CAPÍTULOS de TIETA (VAMOS RECORDAR).


TIETA (BASTIDORES)

AGORA VEJA TIETA (BASTIDORES)

RETORNE AO MENU PRINCIPAL
RETORNE AO MENU PRINCIPAL

Nenhum comentário :