sábado, 17 de setembro de 2016

CHEIAS DE CHARME (RESUMO DOS CAPÍTULOS) Parte 2

Veja a segunda parte do RESUMO DOS CAPÍTULOS de CHEIAS DE CHARME (VAMOS RECORDAR)


RETORNE AO MENU PRINCIPAL

RETORNE AO MENU PRINCIPAL

Patrick (MC Nicolas) se meteu em confusão no colégio por causa do Vasco, mas Penha (Taís Araújo) não vai poder descascar esse abacaxi. O filho da patroa tomou todas, foi parar no hospital e sobrou para ela tomar as vezes de dona Lygia (Malu Galli). Penha pede ajuda a Sandro (Marcos Palmeira), que primeiro faz corpo mole, mas depois tem uma ideia que vai deixar Patrick em clima de final de campeonato.

Sandro chama Ruço (Nadro Grimberg) e os outros amigos do Borralho para buscar Patrick no colégio. Eles seguem em clima vascaíno, com direito a bandeira do time e animação em hora de gol de placa. A diretora fica apavorada com o fuzuê. O malandro aproveita para elogiar o filho: "Ele defendeu os valores dele. Não tá errado xingar a religião da criança?".

"Para nós, o vasco é que nem religião", continua Sandro. Patrick concorda. Antes de levar o filho embora, Sandro puxa o coro. "Sou vascaíno. E o sentimento não pode parar...", cantam todos do grupo.


Chega a noite em que Conrado (Jonatas Faro) será apresentado aos Sarmentos! Para Cida (Isabelle Drummond), é um sonho que seus patrões a tratem diante do gato como se ela fosse uma filha de criação. A jovem nem imagina que eles também estão interessados no namoro dos dois e no que o relacionamento pode render em matéria de grana.

Mal Sarmento (Tato Gabus Mendes) e Sônia (Alexandra Richter) conhecem Conrado e Máslova (Aracy Balabanian) e a bajulação já começa para cima dos dois. Sobra até para Ariela (Simone Gutierrez) fazer a parte de Cida e atender uma ordem da mãe. Tudo para que ninguém desconfie que a arrumadeira da casa está com o filho de um rico empresário. Quanta falsidade!

Todos ficam chocados quando Cida aparece na sala. A gata caprichou no look e está arrasando! "Aí está a nossa... menina!", diz Sarmento, que se segura para não colocar a jovem no devido lugar. "Você tá muito linda, meu amor...", elogia Conrado, interesseiro.

Não adianta! Penha (Taís Araújo) pode até ficar fula da vida com as presepadas de Sandro (Marcos Palmeira), mas é só o malandro jogar charme que ela se derrete toda. Ai, ai, ai... É com toda a sua lábia que o vascaíno consegue fazer Penha esquecer as furadas em que acabou se metendo. A última delas foi fazer uma festa para o time do coração no colégio de Patrick (MC Nicolas).

"Ô, neguinha, dá uma trégua, poxa", diz ele, sedutor. "Tô cansada das tuas irresponsabilidades, Sandro. Não sei com que cara vou olhar pra diretora do colégio agora!", reclama Penha. "Só dou desgosto, não... Também sei te dar alegria, muita alegria... Vem cá, vem...", rebate Sandro, com todo seu charme para cima de Penha, que não resiste. E quem resistiria?

"Sei que vou me arrepender disso amanhã...", reconhece ela, aos beijos com Sandro no quarto do casal. "Prometo que cê não vai se arrepender de nada...", garante ele, seguro.


O jantar que os Sarmentos dão para Conrado (Jonatas Faro) e Máslova (Aracy Balabanian) corre na melhor das maravilhas. A bajulação da família para cima do herdeiro de Otto Werneck (Leopoldo Pacheco) é grande. Alheia a isso tudo, Cida (Isabelle Drummond) nem acredita que está jantando com todos em vez de servi-los.

Até que Máslova elogia Cida e faz uma pergunta para lá de tensa. "A quem você puxou?", quer saber. Conrado explica que ela é filha de criação dos Sarmentos, e a curiosidade da avó aumenta: "Mas quem foram seus pais?". Cida toma coragem para responder.

"A minha mãe trabalhava aqui nessa casa. O nome dela era Dolores. Sou filha da arrumadeira", diz, deixando todos chocados. Passado o climão, Sônia (Alexandra Richter) tenta remendar, dizendo Dolores era praticamente da família. "A Cida foi um presente que ela nos deixou", diz Sarmento (Tato Gabus Mendes) na maior cara de pau.

Ainda muito comovidos com o o fim de Socorro (Titina Medeiros), Naldo (Fábio Lago) e Kleiton (Fábio Neppo) chegam em casa no meio da noite e finalizam o altarzinho que prepararam para a desaparecida.

Diante da mesinha, eles se comovem e abrem o coração. Enquanto o irmão confessa que daria de tudo para abraçar Socorro, Kleiton revela: "Se eu pudesse voltar no tempo, eu convidava a Socorro pra morar aqui com a gente! E ia tratar ela feito rainha nessa casa!"

Enquanto estão choramingando, a porta do banheiro se abre de supetão e quem surge?! A própria, a doida, Socorro. "Murri! Mas tô de volta",  declara a danada que dá um belo susto na dupla. Eles custam a se convencer que não é assombração.

Ela conta que quando pulou no rio, sua roupa ficou presa em um ferro e quando rasgou, o rio tinha entrado em vazante e deu tempo de nadar até a margem. Por proteção divina, ela se safou de ser devorada pelas piranhas que salivavam pelo seu corpinho.

Socorro que não é boba, aproveitou as declarações que ouviu do banheiro e manda: "Aqui, cês dois num juraram que iam fazer todas as minhas vontades, se eu voltasse a viver? Tô brocada de fome e não tem nada que preste na geladeira." Ela voltou - dessa vez mais poderosa do que nunca. Quem aguentará a personal colega de Chayene (Cláudia Abreu)?!


Cida (Isabelle Drummond) está vivendo um verdadeiro conto de fadas. Até na piscina da mansão dos Sarmentos ela curte o namoro com Conrado (Jonatas Faro). Tudo porque ele é herdeiro do milionário Otto Werneck (Leopoldo Pacheco). Será que isso é um conto de fadas mesmo?

Mas a tarde de Cida e Conrado, com direito a beijos molhados até debaixo da água, tem uma surpresa! Voltando de Milão, Isadora (Giselle Batista) flagra a arrumadeira da casa curtindo a vida na piscina e não esconde o choque. Cida trata de sair da água e apagar o incêndio antes mesmo que ele comece.

Cida diz por que está na piscina. "Ideia da tua mãe. Ela chamou o Conrado, meu namorado, para passar o dia comigo", explica a Isadora. O gato também sai da água e é apresentado à filha dos Sarmento. "Você é o famoso Conrado", sorri ela, de olho no gato.

Depois de uma noite apaixonada com Penha (Taís Araújo), Sandro (Marcos Palmeira) toma uma decisão. Tudo bem que as ideias do malandro nunca vão em frente, mas dessa vez ele está realmente disposto a tomar um rumo na vida. Ele aproveita a vontade de se endireitar para pedir uma segunda chance a Penha.

"Tu é a mulher da minha vida", ele se declara. Penha não dá trela para os planos mirabolantes do marido. "Amor não paga as minhas contas no fim do mês", dispara. Sandro insiste e garante que vai procurar um emprego para ajudar em casa. "Só acredito vendo!", devolve ela.

Ih, Samuel (Miguel Roncato)... Ninguém mandou encher a cara e parar no hospital quase em coma alcoólico. Agora, ele vai ter que ouvir de Lygia (Malu Galli) aquela bronca que adolescente nenhum gosta.

"Onde você tava com a cabeça, beber daquele jeito?", questiona a mãe. "E tua cabeça, dona Lygia, tava onde? No cliente poderoso de São Paulo, na promoção do escritório?", rebate Samuel. Que desaforo! Lygia fica fula e a discussão entre os dois esquenta.

Para terminar o papo, Lygia faz o que toda mãe faria. "Uma semana sem celular e sem computador!", diz, deixando o filho de castigo. Samuel não deixa por menos. "Quer saber? Vou para a escola. Até aquela porcaria daquele colégio é mais fácil de aturar do que você!". diz, revoltado. Que situação!

Ninguém gostaria de estar na pele de Sandro (Marcos Palmeira). Devendo até a alma para um agiota, o malandro ainda tem a coragem de pedir para o mal-encarado aliviar a dívida. E não é que ele aceita a proposta?!

"Você tem uma coisinha linda que pode me interessar muito", joga o agiota. "Coloca ela na minha mão e a tua dívida tá paga." Sandro fica grilado porque acha que o bandido está de olho em Penha (Taís Araújo), mas o que interessa ao bandido é outra coisa.

"A camisa do Vasco autografada pelo Cocada. Sou vascaíno, mermão! Bota aquele tesouro na minha mão que eu perdoo a tua dívida", garante ele, interessado na relíquia futebolística.

Rosário (Leandra Leal) está toda feliz depois de ser elogiada por Fabian (Ricardo Tozzi) e aproveita a deixa para falar do seu sonho de ser cantora. No meio desse papo, no entanto, a cozinheira escorrega na água com sabão e só escapa do tombo porque Fabian a segura.

Chayene (Cláudia Abreu) entra bem na hora e entende tudo errado. “Perdeu o amor ao emprego?”, pergunta a musa do forró se aproximando da empregada. Mas por causa da água a própria Chayene acaba escorregando e caindo de bunda no chão.

Furiosa, a diva do forró avisa que não vai deixar barato para Rosário e ameaça demitir a empregada. O príncipe avisa:“Olha aqui, sua harpia do sertão: se você fizer desse incidente um novo escândalo; se fizer com a Rosário o que fez com a Penha, eu é que vou pra mídia te queimar! E tem outra: você não vai demitir a moça". Rosário fica toda encantada com a atitude de Fabian. “Não gosto de injustiça, bonita. Não desiste dos seus sonhos, você tem talento!”, encoraja o cantor.

Mas Chayene não vai deixar essa história de lado. Ela convoca seus súditos Tom Bastos (Bruno Mazzeo) e Laércio (Luiz Henrique Nogueira) e avisa que vai colocar a empreguete na rua. “Tem certeza que quer despedir a menina, Chayene? Você já perdeu dois quilos por causa da dieta que ela prepara”, diz Laércio, tocando no ponto fraco da cantora, que fica tensa com a possibilidade de engordar.

Chayene (Cláudia Abreu) quer processar Penha (Taís Araújo) por calúnia e sobrou para Humberto (Rodrigo Pandolfo) defender a causa venenosa da rainha do eletroforró. E haja cartas na manga para estar a altura do furacão que é a diva do Piauí.

Pensando em descobrir algum podre de Penha, Humberto parte para o jogo sujo. Ele contrata um detetive particular para seguir todos os passos da doméstica. "O servicinho que eu tenho para você é bem simples. Vocês só precisa ser muito discreto, quase invisível", recomenda Humberto ao detetive. Depois, ele mostra uma foto de Penha em um jornal.

Atolada em dívidas e com agiota na cola de Sandro (Marcos Palmeira), Penha (Taís Araujo) finalmente vai ter um refresco. Elano (Humberto Carrão) conta para a irmã que conseguiu legalizar o puxadinho.

Mas o irmão de Penha tem uma notícia desagradável. Elano conta que Sandro recebeu várias notificações sobre a irregularidade e nunca a avisou. “Não acredito! O miserável sabia que a obra ia ser embargada e não falou nada?”, reclama a doméstica.

Elano diz que explicou a situação para os fiscais e eles liberaram a obra. “Nem acredito, uma notícia boa, meu pai! Que seria de mim sem tu, meu irmãozinho de ouro?”, comemora Penha. “Agora você já pode botar para alugar”, avisa o jovem advogado. E Penha já sabe muito bem quem vai gostar da notícia.

Depois de quase perder seu puxadinho, Penha (Taís Araújo) dá mais um puxão de orelha em Sandro (Marcos Palmeira). Ela está tão atordoada, porque ainda tem que arranjar uma forma de pagar o agiota, que acaba nem se dando conta do que o marido está dizendo.

Apesar de não valer um centavo, o malandro tenta explicar para a doméstica que quitou a dívida com o agiota: "Walmir é bandido, mas tem uma qualidade. É vascaíno. Eu dei pra ele a minha camisa do Cocada e ficou tudo certo."

 Penha não consegue se convencer, afinal se trata da tal raridade que ninguém podia sequer enconstar o dedo. Cheio de charme e pronto para a sedução, Sandro vai se engraçando para o lado dela, promete que vai mudar e jura ter feito isso por amor à família.

Para ajudar o clima, do lado de fora, a galera do vascaíno colocam a música do casal para agitar a roda de samba e ele aproveita para roubar um beijo da gata.

Por causa do curto circuito que a safada da  Socorro (Titina Medeiros) provocou no estúdio de Kleiton (Fábio Neppo) ao tentar descobrir o que Rosário (Leandra Leal) tanto fazia lá, o plano da cozinheira foi por água abaixo.

Ao chegar, Rosário fica chocada com o estado de destruição do lugar. Kleiton concorda que um furacão passou por ali, mas de nome Socorro! Rapidamente, ela percebe que não terá o CD pronto a tempo de viajar acompanhando Chayene (Claudia Abreu) para o mesmo hotel que Fabian (Ricardo Tozzi) está hospedado e Kleiton confirma a derrota!

Que fase, Penha (Taís Araújo)! Quando parece que Sandro (Marcos Palmeira) finalmente tomou tento na vida, o malandro apronta mais uma. Mexendo no armário para procurar um casaco para Patrick (MC Nicolas) ela encontra a relíquia vascaína que o maridão prometeu usar para pagar sua dívida com o agiota: a camisa do time do coração autografada pelo Cocada.

"O que a camisa do Cocada tá fazendo aqui? Você não tinha dado em troca da dívida?", cobra Penha. "Não deu pra me separar da camisa, mas fica tranquila, eu dei uma igualzinha a essa. Só tive que imitar a assinatura, mas ficou perfeita!", garante Sandro, dando uma de safo. A doméstica fica ainda mais fula. "Você tá me dizendo que passou a perna num bandido? É assim que cê protege a tua família, seu desgraçado?", diz, furiosa.

A discussão entre os dois pega fogo e Penha acaba tomando uma atitude para tentar dar uma lição em Sando. "Vou te botar na rua! Nessa casa você não fica mais nem um dia!", diz, expulsando o marido mais uma vez.

Rosário (Leandra Leal) é daquelas que não se intimidam quando encontra um obstáculo pela frente. Mesmo não conseguindo levar o CD com o dueto que compôs especialmente para dividir com Fabian (Ricardo Tozzi), ela resolve levar o CD com seus trabalhos antigos.


Não é fácil burlar a segurança, mas com a bela desculpa de levar o empadão de frango que Fabian adora, a loirinha fica cara a cara com seu ídolo. A magia acaba quando ela mostra o CD e pede para o cantor dar uma escutada. Mexeriqueiro, Laércio (Luiz Henrique Nogueira) observa a cena toda de longe.

Mais tarde, Fabian diz que ouviu o CD da gata. "Achei bacana", diz ele, simplório, deixando Rosário no chão. Em vez de se ligar na música da cozinheira, ele acaba ficando interessado mesmo é no empadão de frango que ela preparou.

"Você tem uma voz bonita, canta bem, mas... Falta um pouco de... originalidade, de verdade, sabe? Você não encontrou sua personalidade artística, entende?", avalia ele. "Às vezes a gente não quer ver, mas a nossa verdadeira vocação está em outro tipo de arte", continua, deixando Rosário cada vez mais arrasada.

Por essa, Inácio (Ricardo Tozzi) não esperava. O gato vai visitar a tia no hospital  e, na saída, é pego de surpresa no elevador. Um enfermeiro disfarçado arma para cima dele e consegue dopar o motorista.

Mais tarde, já fora de si, Inácio é colocado no porta-malas de um carro, e um capaga daqueles bem mal-encarados pega o telefone e conta o que aconteceu. "Já tá em nosso poder, chefinha.  Isso mesmo, o Rajão. A senhora vem quando? Pode deixar, eu cuido de tudo", diz o homem misterioso.


Chayene (Cláudia Abreu) faz de tudo para se manter linda, loira e bela. Antes do seu show bafônico com a banda Calypso, a musa do forró quer estar com pele de bebê e usa todos os creminhos que conhece.

“Eu quero parecer filha de Joelma nesse show! Quero chegar em Macaé com treze anos! Quem sabe não arranjo um sheik fluminense, na terra do petróleo?”, se diverte Chay. Láercio (Luiz Henrique Nogueira) avisa para a musa não fazer outra aplicação, mas ela nem dá bola para o capacho.


Depois do seu sono de beleza, Chayene se levanta para ver o resultado e leva um baita susto ao ver sua pele está mais para um abacaxi passado do que para pêssego.


Quando Sandro (Marcos Palmeira) faz alguma burrada, sempre sobra para Penha (Taís Araújo). Dessa vez, a coisa não é diferente. Ao descobrir que a camisa do Vasco autografada pelo craque Cocada é falsa, aquela entregue pelo como pagamento de sua dívida, o agiota vai atrás de quem? Da doméstica, claro!

"O Sandro acha que eu sou idiota, é? Essa camisa aqui é de 95! O Cocada nem jogava no Vasco em 95!", grita o bandido. "Ih, então passaram a perna nele também!", tenta remendar Penha, que ganha aquela força de Ivone (Kika Kalache).


"Vamos fazer o seguinte, dona Penha: diz pro pilantra do teu marido que agora a dívida dobrou! E se a grana não tiver na minha mão até amanhã, o Vasco vai perder um torcedor!", ameaça o agiota, deixando Penha tensíssima.

Mentira tem a perna curta e por pouco a farsa de Cida (Isabelle Drummond) não vai por água abaixo. Na frente de Conrado (Jonatas Faro), Isadora (Giselle Batista) comenta com Cida que viu uma periguete na balada usando uma bolsa igual a sua. “Deve ser uma imitação, já que a minha é modelo único. Onde tá aquela bolsa?”, pergunta a patricinha.

Sem saída, Cida confessa que pegou a bolsa de Isadora e emprestou para Brunessa (Chandelly Braz). “Você abusou da minha confiança! Passou do limite!”, grita a patricinha. Conrado não entende a briga das duas “irmãs”. Isadora está quase entregando Cida quando Sônia (Alexandra Richter) aparece para colocar panos quentes na briga. Sozinha com a filha, a dona da Galerie explica que Cida é a tábua de salvação da família Sarmento e manda Isadora engolir o orgulho.

Com medo de Conrado ter percebido alguma coisa, Sônia procura o rapaz e diz que as duas "filhas" brigam desde pequenas. O playboy estranha, mas não dá muita bola. Nervosa com a situação, Cida diz a Sônia que não aguenta mais a mentira e vai contar toda a verdade para o namorado. Mas Sônia contorna a situação e pede para Cida não se preocupar.

Sabe aquele dia que você só quer sumir? É bem isso que está acontecendo com Penha (Taís Araújo). Cheia de problemas, ela chega atrasada ao serviço e leva uma baita bronca de Lygia (Malu Galli): "Nós combinamos um horário de trabalho, Penha. Se você ficar atrasando, tendo problema todo dia, eu acabo perdendo a confiança!".

Nervosa, a empregada se vira para a pia transbordando louça suja e pega no batente, mas as lágrimas de desespero caem sem parar de seu rosto. Quando a patroa vê o choro, ela esquece a discussão e se preocupa com a funcionária.

"Eu tô devendo a Deus e ao diabo, dona Lygia!(...) O pai do meu filho vai ser assassinado hoje se eu não quitar a dívida que ele fez com o agiota", conta Penha. Assustada com a história, Lygia resolve dar um basta no criminoso do agiota e liga para o escritório avisando que chegará mais tarde. É hora da tubaroa entrar em ação..

Sandro (Marcos Palmeira) cutuca onça com vara curta e depois não sabe por que se dá tão mal. O malandro bem que tentou, mas o agiota descobriu que a camisa autografada pelo Cocada, usada para pagar sua dívida, era falsa e não servia nem para pano de chão. Sem relíquia vascaína, sem pagamento. Ou seja: te cuida, Sandro! O agiota vai cobrar.

"Bonito, hein? Me vendendo mariola por cocada!", diz o agiota ao encontrar o malandro. "Não tem mais papo contigo, mané! Tua conversa agora vai ser com as minhocas no fundo da terra!", ameaça. Sandro tenta, mas não consegue conter o nervosismo. Desesperado, o vascaíno nem sabe o que fazer quando a polícia aparece.

Para a alegria de Sandro, o agiota e seu capanga são levados pela polícia antes que o pior aconteça.


Conrado (Jonatas Faro) e Isadora (Giselle Batista) chegam juntos na balada e logo se jogam na pista. Brunessa (Chandelly Braz) vê os dois dançando superentrosados e fica com a pulga atrás da orelha.

“Será que a empreguete vai perder pra patricinha de grife?”, se pergunta a periguete. Com a pista cheia, alguém esbarra em Isadora , que cai nos braços de Conrado. Rola um clima entre os dois, mas a moça corta logo e diz que está na hora de ir para casa.

Só que Brunessa, que não é boba nem nada, puxa papo com Isadora, que a olha com desprezo, apesar de notar que ela está usando uma bolsa igual a sua. Conrado chama Isadora para ir embora. Brunessa faz cara de quem sacou o clima entre os dois.


O conto de fadas de Cida (Isabelle Drummond) não teve um final feliz! Conrado (Jonatas Faro) descobre que a namorada é empregada doméstica graças à armação de Isadora (Giselle Batista). A patricinha não engoliu a história da empreguete ficar com o partidão e aprontou para cima do casal.

Ardilosa, Isadora manda para Conrado e todos os seus amigos uma mensagem com uma foto de Cida usando o uniforme de empregada bem na hora que a empreguete chega de surpresa no barzinho para encontrar o namorado.

“Isso é uma montagem, né, Cida?”, pergunta o playboy. “Não, Conrado, não é. Sou eu, aí, de uniforme. Eu trabalho pros Sarmento como arrumadeira”, confessa Cida. “Não acredito que eu caí no conto da empregadinha!”, diz Conrado, humilhado diante dos amigos que riem da cena. “Me esquece”, manda Conrado, partindo o coração de Cida. Isadora finge que toma as dores da empreguete, mas no fundo está se divertindo.


Isadora (Giselle Batista) não é brinquedo, não! Mal Conrado (Jonatas Faro) terminou com Cida (Isabelle Drummond) e a patricinha já dá um jeito de se aproximar do gato. Fazendo a amiga, Isadora procura Conrado e finge estar preocupada com o rapaz. Conrado diz que não está aguentado a zoação da galera. A moçoila finge defender a atitude de Cida e principalmente a mentira de seus pais.

“Olha, faz um esforço, pensa: o que é pra uma garota humilde, mãe doméstica, pai motorista, órfã, ser pedida em casamento por um príncipe feito você! Ela ficou com medo de contar a verdade e te perder, Conrado”, diz a cobra. “Eu admito, ela vacilou. Mas promete uma coisa: não guarda mágoa de mim, tá? Nem da minha família...”, fala a patricinha. Conrado cai no bote da naja.

Isadora conta seu plano de conquistar Conrado para Sônia (Alexandra Richter), que fica cabreira com a história. “Você prefere um milionário casado com a sua filha ou com a sua empregada?”, pergunta Isadora. A dona da Galerie aceita ajudar a filha a colocar seu plano em prática. Para afastar Cida de Conrado, Sônia libera Valda (Dhu Moraes) para visitar sua irmã em Minas, assim a empreguete vai ficar atolada de trabalho e bem longe do seu príncipe.


O romance entre Rosário (Lendra Leal) e Inácio (Ricardo Tozzi) não anda nada bem. Depois de os dois ficarem um tempinho sem se ver, o motorista chega na casa da amada bem na hora em que a cozinheira conta como foi sua viagem com Chayene (Cláudia Abreu). "Fui do céu ao inferno nessa viagem! Vivi um verdadeiro turbilhão de emoções, fiquei íntima do Fabian e...", diz ela a Sidney (Daniel Dantas), levando aquele flagrante do bonitão. Ai, ai, ai, Rosário...

Atacado de ciúmes, Inácio começa a discussão. Antes de se retirar e deixar o casal lavar a roupa suja, Sidney avisa que ele sofreu um acidente de moto e Rosário fica ainda pior, mas o gato é turrão. "Se lembra que a gente combinou que eu ia tentar levar a minha carreira?", diz ela. "Eu não consegui", assume ele. Nervoso, o casal briga e se magoa ainda mais!

Rosário insiste em dizer que Inácio está em seus sonhos, mas não adianta nada. "Quem faz parte desses sonhos aí é o Inácio que você queria que eu fosse. Mas não é assim que eu sou. Eu vou ficar torcendo por você", diz, antes de ir embora.


Chayene (Cláudia Abreu) mal consegue sair de um bafo que logo já se enfia em outro. Querendo continuar quentíssima na mídia, a rainha do forró pede que Rosário (Leandra Leal) se vire nos trinta e organize um jantar finérrimo para a festa que pretende dar à noite.

Boquiabertos, Rosário e Laércio (Luiz Henrique Nogueira) se desesperam ao ter que preparar uma festa tão rapidamente. Para o sercretário, restou chamar os convidados e a exigência é clara: avisar o máximo de pessoas.

A novidade mais bombástica é que neste evento ela pretende anunciar seu casamento com Fabian (Ricardo Tozzi). Ela pouco se importa se o noivo está sabendo ou não, quer mesmo é bombar e fazer sucesso. Também não está nem aí para os sentimentos de Rosário... Obstinada, a cantora gosta mesmo é de pisar em quem está no seu caminho.


Rosário (Leandra Leal) não vai desistir de entregar um CD com suas músicas para Fabian (Ricardo Tozzi). A cozinheira aproveita que teve que sair para comprar os ingredientes para o jantar especial de Chayene (Cláudia Abreu), e vai até a casa de Kleiton (Fabio Nepo) para fazer uma nova gravação.

A gata chega no Borralho no carrão da musa do forró e chama a atenção de Socorro (Titina Medeiros). “É hoje que eu pego o emprego dessa fulustreca ou não me chamo Maria do Perpétuo Socorro Cordeiro de Jesus!”, diz a fã número 1 de Chay, já tramando.

Rosário e Kleiton gravam a música e comemoram o resultado. Com a animação, nem notam que Socorro roubou a chave do apartamento. Só na hora de sair, atrasada, Rosário percebe que a porta está trancada e que a chave sumiu.

Rosário (Leandra Leal) foge para o estúdio de Kleiton (Fabio Neppo) para gravar seu CD, enquanto Laércio (Luiz Henrique Nogueira) está desesperado na mansão com os preparativos para o bufê. Ele liga bufando para a cozinheira enquanto ouve os gritos de Chayene (Claudia Abreu).

A cozinheira da mansão fica toda afobada e Laércio a demite solenemente, enquanto ela tenta explicar. “Não tem explicação, Rosário. Você tá na rua!”, insiste ele. O que o assistente de Chay não esperava é que Rosário já tinha combinado os detalhes dos quitutes com o bufê de Sidney (Daniel Dantas) e Inácio (Ricardo Tozzi).

“Quer saber onde eu tava, Seu Laércio? No bufê do meu pai, salvando a grande noite da dona Chayene! Vocês são loucos de achar que alguém pode fazer sozinho um jantar pra sessenta pessoas pro mesmo dia! É um risco enorme!”

Laércio fica sem ação.

Logo após ser bem-sucedida no plano de tirar Cida (Isabelle Drummond) do caminho, desmascarando a empregada, Isadora (Giselle Batista) investe pesado em Conrado (Jonatas Faro). Enquanto passeiam, eles são surpreendidos pela galera, que começa a zoar o playboy por causa ter namorado uma arrumadeira.

Esperta, Isadora faz a amiga compreensiva e vai conseguindo cativar Conrado cada vez mais. Os dois param para comer e o playba fica encantado com o conhecimento da bonita, que não para de se exibir.

Socorro (Titina Medeiros) está mesmo decidida a tomar o lugar de Rosário (Leandra Leal) na casa de Chayene (Cláudia Abreu). A doida viu que a cozinheira estava gravando seu CD no estúdio de Kleiton (Fábio Neppo) e trancou os dois lá dentro.

Assim, aproveita para chegar na casa de sua rainha antes de Rosário e entrega a 'rival' para Laércio (Luiz Henrique Nogueira): "Seu Laércio, quer saber onde tá Rosário? Acho que o senhor não vai gostar...".

Foi só Inácio (Ricardo Tozzi) sair para resolver uns probleminhas pessoais que as coisas no bufê já mudaram completamente. Quando ele chega À noite no trabalho, dá de cara com todos a mil por hora, terminando os preparativos de um evento.

Quando vê a decoração do bolo de festa, explode: "Chayene e Fabian?! Que palhaçada é essa?". Ele fica sem palavras ao descobrir que o seu bufê servirá à dupla que ele mais detesta.

Sandro (Marcos Palmeira) pode estar temporariamente separado de Penha (Taís Araújo), mas não deixa de ficar de olho na sua neguinha. O vascaíno vê Penha chegando no Borralho com Alejandro (Pablo Belini), que ofereceu uma carona para a doméstica, e se morde de ciúmes.

“Que que tu tá querendo com a minha mulher, rapá?!”, pergunta o traste. “Qué pasa?! Ayuda!”, pede o marido de Lygia (Malu Galli), chamando por socorro, sem entender nada. “Ainda por cima ainda é argentino?! Ah, tu vai é apanhar muito”, diz Sandro, partindo para cima do gringo.

Mas Penha consegue conter o marido e explica que Alejandro é seu patrão. O malandro se acalma e vai para casa. Com a cara no chão, Penha tenta se desculpar com o espanhol, que, em choque, até libera Penha de voltar para o serviço.

Rosário (Leandra Leal) não vai desistir de batalhar pelo seu sonho. Depois de conseguir gravar às pressas o CD com seu dueto romântico, a empreguete consegue colocar a música nas mãos de Fabian (Ricardo Tozzi). Mas o dia de madame ainda vai demorar para essa empreguete, principalmente, se depender de Chayene (Cláudia Abreu).

Assim que vê Rosário, Fabian confessa que não esqueceu sua "obra-prima", deixando a cozinheira toda animada, crente que ele está falando da sua música. Na verdade, o cara só quer saber do empadão de frango. Rosário nem liga para o elogio e entrega o CD para o cantor. Só que Chayene chega e acaba com a farra da empreguete. “Quê que tu tá dando pro meu noivo, ariranha?”, pergunta a musa do forró.

Fabian sai em defesa de Rosário e diz que a cozinheira também é ótima compositora. Enfurecida com o elogio, Chayene pega o CD da mão do gato. “Espie só a capa! Mas não é a ariranha toda , se achando? Tá confiscado, é meu”, avisa Chayene. Fabian faz pouco caso e diz para Rosário mandar o CD para sua produção.


Para Tom Bastos (Bruno Mazzeo), a gota d’água com Chayene (Claudia Abreu) foi o auê que ela causou no show de Joelma e Chimbinha. Mas o empresário sabe que, apesar de maluca, Chay sabe o que faz quando o assunto é palco. Por isso, fica tenso para conseguir reatar com a estrela.

Sem saída, ele procura a diva do eletroforró com o rabo entre as pernas. “Será que a gente pode conversar?” Mas Chayene está com raiva e dispara: “Cê não admite, mas as minhas tacadas são de gênia, tu tem inveja de mim porque agora eu tô dando as cartas!”.

Calmo, Tom tenta ficar na boa com a diva do Agreste: “Mas tu ainda é um tremendo sucesso, mulher!” Será que vou ter que falar Chaynês pra cê entender? O Brasil inteiro lhe ama, a nação nordestina lhe venera, deixe de ser noiada, criatura!  Você é um talento incrível, é linda, é um pé no saco, mas eu também te adoro... Cê sabe...”.

Vaidosa, a soberana do Piauí se rende e cai nos braços do empresário.

Não é de hoje que Sidney (Daniel Dantas) não vem se sentindo muito bem, mas ele não prestou a atenção necessária nos sintomas que vinha tendo. Sozinho no escritório, o pai de Rosário (Leandra Leal) sente forte dores no peito e desmaia.

Por sorte, Inácio (Ricardo Tozzi) volta ao escritório e encontra o sócio desacordado. “Seu Sidney, o senhor tá bem?! Fala comigo! Eu vou levar o senhor pro hospital agora!”, diz Inácio, preparando-se para levar Sidney para uma emergência.


Alejandro (Pablo Belini) chega com os hormônios à flor da pele após encontro com Gracinha. Para a sua alegria, dá de cara com Penha (Taís Araujo), vestida em um robe, na cozinha de casa. Ele não lembrava que a empregada iria passar a noite ali, como combinado com Lygia (Malu Galli).

"Prometi à dona Lygia dormir aqui enquanto ela estiver em São Paulo. Quer que eu esquente alguma coisa pro senhor?", questiona a gata, sem perceber as segundas intenções do espanhol.

"A Manu ficou dormindo na casa dos tios, Samuel também. Nós estamos com a casa toda só pra nós...", sugere Alejandro apostando no seu lado sexy e latino. Em resposta, a empregada dá uma bela bofetada na cara do safado.


Fabian (Ricardo Tozzi) até que engoliu noivar com Chayene (Claudia Abreu) em troca de silêncio, mas quando a louca inventou de fazer jantar anunciando casamento, a casa caiu! Possesso, ele arma uma reunião relâmpago na presença de Simone (Marília Martins) e Tom Bastos (Bruno Mazzeo).

Acuada, a diva ameaça contar tudo que sabe sobre o astro e, de saco cheio, ele a enfrenta: “Pode contar, Chayene. Vai! Me ferra! Namoro eu até aceito, mas casamento é demais! Não vou passar a vida sendo chantageado por uma lacraia!”.

Isadora (Giselle Batista) chega na casa de Conrado (Jonatas Faro) determinada a dar o bote no gato. Astuta, ela faz a santinha e se despede do playboy: "Tô voltando pra Itália amanhã, vou cedo pra São Paulo, e não podia ir sem te dizer que eu quero muito, muito mesmo, que você e a Cida se acertem, sinceramente eu torço demais por vocês, e por isso mesmo, eu...preciso ir embora."

Ele não consegue entender o constragimento de Isadora e não permite que ela parta antes de se explicar claramente. Quando ficam cara a cara, a ficha cai completamente para o paranaense, que tasca um beijão na garota: "Você não vai pra Itália nenhuma, Isadora! Você vai ficar comigo. Eu quero você agora. Vem!".

O tiro foi certeiro, a patricinha mau-caráter conseguiu o que queria.


Que flagra! Chayene (Cláudia Abreu) pegou Rosário (Leandra Leal) entregando um CD seu a Fabian (Ricardo Tozzi) e não vai deixar isso barato. A rainha do forró saiu xingando a funcionária de "paneleira" para baixo e mostra quem é a dona do gato sertanejo. Nesse bafafá todo, ela acabou ficando com o disco da funcionária, que tem o dueto composto por Rosário.

Arretada de curiosidade, Chayene ouve o disco e fica toda empolgada. Laércio (Luiz Henrique Nogueira) estranha o interesse da diva no material e fica curioso para saber o que ela achou. "Chame Fabian franguinho-de-leite e o camundongo do Tom Bastos aqui em casa. Chayene vai fazer igual aquele pássaro... félix, fênix, vênice... Eu vou renascer das cinzas!", garante a soberana do Piauí, caindo na gargalhada.

Rosário (Leandra Leal) e Inácio (Ricardo Tozzi) conversam com o médico sobre a situação de Sidney (Daniel Dantas) e descobrem que o tratamento vai ficar em torno de dez mil reais. Como não tem plano de saúde, Rosário se desespera.

Solidário, Inácio explica que empenhou todas as suas economias no bufê, por isso, não tem como ajudar a ex-namorada. A situação de Rosário deixa o gato superemocionado. Nem parece que eles estão separados, tamanha é a cumplicidade dos dois.

Atordoada, Rosário precisa voar até a casa de Chayene (Claudia Abreu) para assegurar o emprego.


Logo em breve, Rosário (Leandra Leal), Penha (Taís Araújo) e Cida (Isabelle Drummond) saírão do anonimato. Elas gravarão a música que fará o maior sucesso na internet.

Rosário vai aproveitar uma viagem de Chayene (Claudia Abreu) para Salvador e convidará Cida e Penha para dormirem com ela na casa da cantora.

As três resolvem se divertir, imitando as patroas e passeando pela casa. No meio da madrugada, quando todas já estão dormindo, Rosário compõe uma música e chama Kleiton (Fábio Neppo) para gravá-la no estúdio da cantora.

Ela então acorda as amigas e as três vão para o estúdio. Empolgado, Kleiton sugere que as domésticas façam um clipe da canção. As Marias se animam e ainda usam o figurino de Chayene. Satisfeito com o resultado, Kleiton sugere colocar as imagens na internet.

"Vocês vão bombar", garante.


Que fase, hein, Cida (Isabelle Drummond)? Não bastasse o pé na bunda que levou de Conrado (Jonatas Faro), ela ainda tem que encarar coisa pior. No caminho do mercado do condomínio, ela flagra o playboy aos beijos com Isadora (Giselle Batista).


No maior clima, os dois fazem mil planos para o fim de semana e nem percebem o flagra de Cida, que fica arrasada.

Orgulhosa de sua armação, Isadora conta ao pai o que fez para tomar conta do playboy. Sônia (Alexandra Richter) bate palmas para a filha fura-olho.

"Você prefere o Conrado como genro de verdade... ou namorado da empregada? Nós nem sabemos se o Otto Werneck ia aceitar essa ligação do filho dele com uma doméstica!", diz ela, querendo mostrar a Sarmento (Tato Gabus Mendes) como a maracutaia de Isadora foi ótima. Que família do mal!

"Você age depressa, filha, um gênio, uma tubaroazinha, puxou ao pai!", vibra ele. Para a comemoração ficar completa, só falta champanhe!


Quando o advogado vai à cozinha pegar uma garrafa, ele encontra Cida e nem disfarça a satisfação. Para piorar, ele ainda dá uma de pai amigo e consola a arrumadeira pelo fim do romance com o filho de Otto Werneck (Leopoldo Pacheco).


Quando Chayene (Cláudia Abreu) encasqueta com alguma coisa, sai da frente! A diva se empolgou com o dueto de Rosário (Leandra Leal) e está louca para gravar a música, que já chama de sua. E é Tom Bastos (Bruno Mazzeo) quem dá a notícia à cozinheira. "Pode abrir o champanhe, Rosário. A música que você compôs vai ser gravada pela Chayene e pelo Fabian!", avisa. A gata fica furiosa e nem se entusiasma.

Rosário se choca ainda mais quando fica sabendo que Chayene também quer assumir a composição da música. "O público vai delirar quando ouvir a declaração de amor que Chayene compôs pra Fabian!", derrete-se a rainha do forró. Tom explica que a prática é comum no meio musical e que a gata vai receber uma grana pela música: R$ 5 mil.

Pensando no problema de saúde de seu pai, Rosário pede o dobro. Chayene fica fula, mas acaba concordando. "Negócio fechado, amadinha. E não fique com molengage de artista, que tua patroa ainda sou eu!", diz Chay.


Depois de ser paquerada descaradamente por Alejandro (Pablo Belini), Penha (Taís Araújo) toma uma decisão. Assim que Lygia (Malu Galli) chega de São Paulo, a empregada pede as contas. Lygia, que até então estava no paraíso por finalmente ter encontrado uma ajudante de confiança, fica arrasada!

A advogada questiona se o motivo é Samuel (Miguel Roncato) ou se aconteceu alguma outra coisa, mas Penha, digna que é, não abre a boca. Profundamente decepcionada, Lygia reage: “ Eu aceitei essa causa em São Paulo porque você se comprometeu a dormir no serviço! E agora você vai me deixar na mão? Isso é molecagem...Você traiu minha confiança, Penha!”.

A empregada engole seco a acusação da patroa e sai dizendo que vai arrumar suas coisas.


A vida não está nada fácil para as empreguetes de Cheias de Charme. Após um dia extremamente cansativo e decepcionante, Cida (Isabelle Drummond), Penha (Taís Araújo) e Rosário (Leandra Leal) se encontram para a hora do desabafo entre amigas. Já que Chayene (Cláudia Abreu) vai passar o final de semana fora fazendo shows, elas aproveitam para tomar uma geladinha na casa da rainha do eletroforró.

Relembrando o pacto que fizeram quando estavam em cana, Rosário sugere que, diante dos últimos fatos, façam um novo juramento: “Vamos jurar que a gente nunca mais vai sofrer na mão de patroa!”.

Sem muitas opções, as três juntam as mãos e gritam: “Dia de empreguete, véspera de madame!”. No final das contas, acabam se divertindo juntas.


Cida perdeu o namorado para Isadora (Giselle Batista), Rosário vendeu dueto para pagar tratamento do pai e ainda está no prejuízo com Chayene (Cláudia Abreu) e Penha voltou à estaca zero ao se demitir depois da cantada de Alejandro (Pablo Belini).

Rosário aproveita que a lacraia foi fazer um show em Salvador e convida as amigas para passar a noite na mansão da soberana do Piauí. Nem precisou falar duas vezes e as duas apareceram lá em um estalar de dedos. A zoação foi tão grande que as empreguetes resolveram se fantasiar de suas respectivas patroas e tirar o maior sarro!


Rosário não perde uma oportunidade de se aproximar do microfone. Ainda mais depois de escrever a música que pode mudar sua vida. Inspirada em suas frustrações, a cozinheira escreve uma música e canta para Cida e Penha, que logo se identificam com a letra. “É a história das nossas vidas!”, comenta Penha.

“Mas agora vem a melhor parte. Vamos aproveitar que tamo aqui nesse estúdio profissional e gravar a música!”, fala Rosário, referindo-se ao equipamento da mansão de Chayene (Cláudia Abreu). "A faixa vai ficar muito mais forte se as três gravarem”, argumenta a gata. A dupla topa a brincadeira. Sem perder tempo, Rosário chama Kleiton (Fábio Neppo) para fazer a gravação no estúdio da mansão da rainha do forró.


Depois que viu Isadora (Giselle Batista), até então sua melhor amiga, aos beijos com seu amor Conrado (Jonathas Faro), Cida (Isabelle Drummond) não pensa em outra coisa senão acertar as contas com a patricinha.

A coitada está chorando as mágoas com Valda (Dhu Moraes) quando a descarada chega com a maior cara de pau . “Valdinhaaaaaa... Leva um lanchinho light para mim no quarto?” Aí é demais! Cida não aguenta e começa a discussão. “Você tinha que ficar do meu lado e não ficar com ele!”, grita a empregada, indignada.


Tentando disfarçar a impaciência, Isadora faz a compreensiva e tenta “explicar” que tudo aconteceu muito rápido. Mas logo mostra as garras: “Ah, Cida, na boa, você não achou mesmo que o lance de vocês ia rolar, né? Cai na real, Cida. O papai está com o Conrado agora mesmo no escritório, os dois vão trabalhar juntos... “.

“Eles sabiam. Você, eles, o Conrado... Todo o mundo sabia, menos eu!...”, reage Cida, cada vez mais atônita.


Sarmento (Tato Gabus Mendes) está crente que está fazendo um grande negócio contratando Conrado (Jonatas Faro) para seu escritório. O tubarão quer estreitar as relações com Otto Werneck (Leopoldo Pacheco). Mas, na verdade, está levando gato por lebre.


Esperto, Conrado mente e diz que recebeu diversas propostas, mas preferiu o escritório do pai de Isadora (Giselle Batista). “Só tem um probleminha: eu ainda estou impossibilitado de advogar”, confessa Conrado, sem graça. Sarmento fica em choque, mas minimiza o problema dizendo que ele pode fazer o próximo exame da Ordem dos Advogados. “Você vai precisar de carteira quando virar meu sócio!”, brinca o tubarão.

Fofoqueiro, Humberto (Rodrigo Pandolfo) corre para contar o que ouviu para Lygia (Malu Galli). “Sócio?! O Dr. Sarmento falou em sociedade para um peixinho que nunca saiu do aquário?”, diz a tubaroa, irritada. O noivo de Ariela (Simone Gutierrez) avisa que vai ficar de olho na concorrência durante a viagem da família Sarmento. “Quem sabe conhecendo ele melhor, eu não corto as asinhas desse peixe voador?”, diz Humberto.

Agora Conrado vai ter que estudar para conseguir passar no exame.


Socorro (Titina Medeiros) está em cólicas para descobrir o que sua rival, Rosário (Leandra Leal), está fazendo na casa de Chayene (Cláudia Abreu), já que a patroa viajou.

Sorrateira, ela tenta pular o muro. Mas o segurança da diva do Piauí aparece mandando a maluca descer. Doida de pedra, Socorro continua escalando a mureta até levar um choque daqueles na cerca eletrificada e cair em cima de sacos de lixo, toda estrupiada.


Quando Zaqueu vai dar socorro á própria Socorro, a doida já está mais para lá do que para cá e o confunde com Fabian (Ricardo Tozzi). “Fabian, tu veio me salvar, bonito?” Essa não tem mais jeito, não!



Fabian (Ricardo Tozzi) não sai da cabeça de Rosário (Leandra Leal) nem mesmo quando ela está dormindo. No auge do seu sono, a cozinheira sonha com uma casa de show e, lá no palco, a apresentadora anuncia seu nome como revelação empreguete da vez.

O cantor a puxa para ser ovacionada como a empregada da vez. Vestida de uniforme e com um espanador na mão, ela só consegue ouvir o pedido de seu ídolo querendo empadão. Credo, menina, acorda logo desse pesadelo que a realidade não é essa! Anima porque o sucesso ainda há de chegar!


Quando Penha (Taís Araújo), Rosário (Leandra Leal) e Cida (Isabelle Drummod) disseram, no início de Cheias de Charme, que dia de empreguete é véspera de madame, elas não estavam mentindo! Vem aí uma grande mudança na vida das três por causa de um clipe que vai bombar.

Tudo começa quando Penha e Cida vão afogar as mágoas com Rosário na casa de Chayene (Cláudia Abreu). Enquanto a rainha do eletroforró viaja para dividir o palco com Ivete Sangalo, as três fazem da casa da cantora um parque de diversões. Nessa confusão toda, Rosário tem um estalo criativo. Ela acorda com uma composição na ponta da língua e resolve gravar logo a música com as amigas.

E a casa de Chayene, com seu estúdio de última geração, é o lugar perfeito para isso! Com a ajuda de Kleiton (Fábio Nepo), elas soltam a voz na gravação da música, que é um verdadeiro desabafo sobre a vida que as três levam. E se grava a música, por que não faz logo um clipe? Mais uma vez, Kleiton entra em ação!

Cenário? A extravagante mansão de Chayene. Figurino? O guarda-roupa da rainha do eletroforró, com plumas, paetês e muito mais. Tudo pronto, é só dar o rec na câmera e soltar a franga!

Na hora da gravação, Penha, Rosário e Cida ficam impagáveis imitando suas respectivas patroas. Elas inventam coreografias e imaginam como seria a tão sonhada vida de madame. Kleiton registra tudo! "O clipe é o pontapé inicial. Primeiro nossas Marias fazem o clipe, depois ele vai para a rede e aí começa a fazer sucesso", conta Izabel de Oliveira, autora da trama ao lado de Filipe Miguez.

A internet vai ter um papel fundamental na mudança das personagens. "Qualquer pessoa pode divulgar um trabalho, uma manifestação artística, enfim, o seu talento na internet. E quando o vídeo chama a atenção, pode levar a pessoa para fama. Não tem nenhuma dúvida de que essa foi a grande revolução nesse universo que tratamos na novela", comenta Izabel.

E como será que as três Marias vão reagir com o sucesso repentino? O que vai mudar na vida de cada uma delas? Izabel de Oliveira dá algumas pistas do que o público de Cheias de Charme pode esperar.

"Rosário sonhou a vida inteira com isso, então vai curtir mais esse momento popstar. Ela vai se tornar uma verdadeira estrela. Penha vai deixar de ter problemas para pagar suas contas, mas não vai mudar o seu jeito de ser. Cida vai passar a ser ídolo da garotada, mas no fundo nunca vai deixar de ser a menina romântica e sonhadora que sempre foi", antecipa a autora. "Essas mudanças não se dão imediatamente após a divulgação do clipe, é um processo demorado."


Socorro (Titina Medeiros) está certa que, dessa vez, ela se torna a personal colega de Chayene (Cláudia Abreu). A maluquete dedurou Rosário (Leandra Leal) e contou que a empreguete estava na maior farra com Penha (Taís Araújo) e Cida (Isabelle Drummond) na casa da soberana do Piauí.


Chayene chega em casa crente que vai pegar Rosário com a boca na botija. Mas a gata não é boba nem nada e conseguiu deixar a casa nos trinques. “Bem-vinda, dona Chayene. Fiz um sanduíche bem gostoso pra senhora, imaginei que ia chegar faminta. Acertei?”, diz Rosário, se fazendo de santa.


Sarmento (Tato Gabus Mendes) está morrendo de medo de Cida (Isabelle Drummond) se revoltar com a família por causa da rasteira que levou de Isadora (Giselle Batista) e cobrar todos os seus direitos.

Por isso, o tubarão veste a capa de bom moço e vai conversar com a empregada. “Ninguém podia imaginar que as coisas fossem tomar esse rumo, ninguém planejou... Eu sei que o seu maior sonho é fazer faculdade de Jornalismo. Pois nós estamos dispostos a pagar um bom cursinho – o melhor! – para garantir o seu ingresso numa boa faculdade. Então? O que você acha?”.


Cida não esperava por essa e não consegue disfarçar a surpresa. Confusa, a menina pede ao patrão um tempo para pensar na proposta.


Depois de muita batalha, Elano (Humberto Carrão) finalmente vai ter o canudo nas mãos! Para matar Penha (Taís Araújo) de orgulho, o gato é o orador da turma de Direito e faz bonito no discurso de agradecimento.

Mas o dia não é perfeito e, apesar de a felicidade de estar se formando, Elano fica tristinho, porque Cida (Isabelle Drummond) lhe dá um bolo e não vai à cerimonônia. Mas ele disfarça e começa seu discurso em homenagem a Penha. Elano conta a história da família e revela que a irmã abriu mão de seus sonhos para criar os irmãos depois que a mãe foi embora.

“E se eu estou aqui hoje, me formando, devo isso a você, minha irmã. É no seu exemplo de ética que eu pretendo guiar meus passos na profissão. O diploma que eu recebo hoje, eu juro usar como um instrumento em favor da justiça e da dignidade nas relações de trabalho; em favor da luta para garantir a todos os brasileiros o acesso ao conhecimento, direito garantido pela nossa constituição; para fazer um Brasil mais justo, onde uma menina como a Penha não precise sacrificar o seu futuro. Penha, agora quem vai cuidar de você sou eu. Obrigado”, declara Elano. Penha não segura o choro e o orgulho: “Meu irmãozinho de ouro”. Ela tem razão, né, gente?


Depois de algumas ligações para Curitiba, Humberto (Rodrigo Pandolfo) tem certeza de que Conrado (Jonatas Faro) cortou relações com Otto (Leopoldo Pacheco) e está mentindo para Sarmento (Tatu Gabus Mendes).

Malandro, o noivo de Ariela (Simone Gutierrez) aproveita que o gato foi para sauna com Isadora (Giselle Batista) e fuça o celular do cara para descobrir se ele realmente ligou ao pai, como disse. “Últimas chamadas.... Nenhuma chamada de fora do Rio, ele não falou com o pai! Ele mentiu, Ariela”, comemora Humberto.


Conrado chega na hora e quer saber o que Humberto está fazendo com seu aparelho. Esperto, Humberto inventa que pegou por engano. O gato não acredita muito, mas não desconfia das más intenções do advogado. Ariela fica revoltada e quer saber por que o noivo não desmascarou Conrado. “Porque eu tô bolando um jeito mais divertido do seu pai descobrir a verdade”, diz o advogado.


Tom (Bruno Mazzeo) é agradável com Rosário (Leandra Leal) e elogia seu bolo. Cansada de ser bajulada como cozinheira, Rosário pergunta o que o empresário acha dela como cantora. Se é verdade que a loura quer, Tom não mede as palavras.

“Você é bonitinha, sua voz é legalzinha, sua música é bacaninha, é muito “inha” junto. Falta um “ão”, entende? Falta um diferencial, sacou?” Engolindo o choro, Rosário pergunta a Tom se ele acha que ela não deve mais correr atrás do seu sonho de ser cantora.


Com postura de empresário, Tom adverte que a cozinheira é muito grandinha para esse papo de sonho e diz que Rosário deve dar-se por satisfeita por ter conseguido vender sua música por dez mil reais.

Rosário fica arrasada com a sinceridade, enquanto Tom pede mais uma fatia de bolo.


Demorou, mas finalmente Cida (Isabelle Drummond) abriu os olhos e descobriu que Isadora (Giselle Batista) é uma cobra. Com a ajuda de Rodinei (Jayme Matarazzo) e Rosário (Leandra Leal), a arrumadeira se deu conta de que Brunessa (Chandelly Braz) não teve nada a ver com a foto que Conrado (Jonatas Faro) recebeu em seu celular, onde ela aparecia vestida com uniforme de arrumadeira.

Ao perceber que Isadora foi a responsável pelo fim de seu romance com o playboyzinho, Cida resolve encarar a traíra e mostrar a Conrado quem ela realmente é. "A Isadora armou pra nos separar. Armou feio. Foi ela que mandou minha foto de uniforme pros seus amigos. Foi a Isadora quem humilhou você na frente de todo mundo", conta ela ao gato.

Isadora aparece no mesmo instante e assume tudo na maior cara de pau. Cida tenta mostrar que ela é uma bruaca, mas Conrado fica do lado da filha dos Sarmentos. "Só posso agradecer essa atitude da Isadora, Cida. Foi ótimo ela ter feito isso, serviu para me abrir os olhos pra burrada que eu ia fazer, casando com você", diz, deixando a arrumadeira ainda mais para baixo.


Rodinei (Jayme Matarazzo) está certo que pode reconquistar Cida (Isabelle Drummond) agora que Conrado (Jonatas Faro) está namorando Isadora (Giselle Batista). Esperto que só, o grafiteiro sabe bem como derreter o coração romântico da empreguete.

O gato dá uma prova do seu amor da maneira que sabe melhor: com um belo grafite. Só que a declaração é feita no muro da casa dos Sarmentos, que não gostam nada da surpresa. Já Cida fica balançadinha e adora o grafite do ex. "Eu grafitei seu muro porque amo a Cida e queria dizer isso pra ela, e o jeito que eu sei é esse aí", assume o gato, sem medo das consequências.


Sarmento (Tatu Gabus Mendes) ameaça chamar a polícia para tratar do caso, mas Sônia (Alexandra Richter) já pensa em uma maneira de tirar proveito da situação e pede para o marido deixar barato. Para enterrar o caso, Cida promete que vai pintar o muro com a ajuda de Rodinei.


Penha (Tais Araújo) começará a se dá bem. Pouco antes da audiência, Chayene (Cláudia Abreu) pede que Rosário (Leandra Leal) participe de uma entrevista, dizendo que apoia a patroa no processo. Ela se recusa a trair sua amiga e pede demissão. Socorro (Titina Medeiros) vê nisso a chance de trabalhar com a cantora e decide conquistar a amizade dela.

Dias depois, Penha ganha o processo e a vilãzinha mostra o clipe gravado na casa de Chayene para Tom (Bruno Mazzeo). Laércio (Luiz Henrique Nogueira), que não é bobo, sugere o uso das imagens para recorrer do processo. Mas o plano dá errado e, ao enviar o clipe para Sarmento (Tato Gabus Mendes), a música vaza na internet… E não demora, as domésticas se tornam celebridades instantâneas.

Mas Rosário, Penha e Cida serão presas novamente. Dessa vez por desacato à autoridade.

As "empreguetes" serão denunciadas por Chayene por terem gravado um clipe musical em sua mansão, usando seu figurino.

Elas serão convocadas a depor e acabarão discutindo com o delegado. Para piorar a situação, Sônia (Alexandra Richter) e Lygia (Malu Galli) ficarão revoltadas ao saberem que são imitadas por Cida e Penha, respectivamente.

Mas se os patrões ficarão contra as moças, seus amigos organizarão uma campanha na internet pela liberdade das "empreguetes", com direito à manifestação em frente àdelegacia.

Sensibilizada, Lygia adere à campanha para soltar as três domésticas.

Pressionada pelo protesto nas ruas, Chayene acaba concordando em soltar as três. Ao saírem da prisão, elas se surpreendem com o assédio dos fãs. Até Fabian (Ricardo Tozzi), que assistiu ao clipe e ficou encantado, receberá Rosário com um buquê de flores.

As três ainda darão entrevista em um programa de rádio e, para surpresa de todos, falarão bem de suas patroas.

A semana termina com Kleiton (Fábio Nepo) fechando o primeiro show das empreguetes.


Elano (Humberto Carrão) vai tirar todas as cartas da manga para ganhar o processo de Penha (Taís Araújo) contra Chayene (Cláudia Abreu). Sua última esperança é Rosário (Leandra Leal).

O advogado procura a cozinheira e pede para ela depor contra a soberana do Piauí na audiência. Elano diz que Rosário é a única que pode confirmar o comportamento abusivo da cantora como patroa.

“É uma decisão muito séria, e você tem que pensar primeiro em você, no seu emprego. Mas é também uma bela oportunidade de fazer justiça - não só à Penha, mas a muita gente que passa pelo que ela passou”, argumenta Elano. A empreguete pede um tempo para pensar na proposta dele.


Rosário está entre a cruz e a espada. A gata não sabe se deve ou não abrir mão do emprego para depor a favor de Penha na audiência contra Chayene (Cláudia Abreu). Mas a rainha do forró vai facilitar a decisão da cozinheira.

Cara de pau, Chayene promove uma estrevista com Gentil Soares (Gustavo Gasparani) para melhorar sua imagem com as empregadas domésticas. “Pense numa patroa boa: Chayene”, diz a musa. Fazendo a fofa, Chayene chama Rosário para dar um depoimento a seu favor. A cozinheira não gosta e avisa que não vai participar da entrevista. “Tu trabalha pra mim, tô mandando!”, ameaça Chayzinha. É a gota d’água!


“Trabalhava! A partir desse instante, eu não trabalho mais pra você, Chayene”, diz Rosário em frente às câmeras. Tom (Bruno Mazzeo) e Laércio (Luiz Henrique Nogueira) conseguem impedir que Gentil grave o bate-boca das duas. “Nunca pensei que fosse dizer isso, mas eu não faço parte desse mundo ganancioso que vocês vivem, não! Tô saindo fora agora! E Chayene, o meu nome é Rosário. Ro-sá-rio!”, fala a empreguete, decidida. Chayene fica com cara de tacho após o chilique da cozinheira.

Aos poucos, Rodinei (Jayme Matarazzo) está conseguindo se reaproximar de Cida (Isabelle Drummond). A declaração no muro dos Sarmentos funcionou e agora a empreguete já aceita ser amiga do ex.

Depois de pintar o muro da casa dos patrões para apagar o grafite de Rodinei, Cida o convida para filar um sanduíche na cozinha da mansão. “Qual ganha: dogão do Borralho ou Sanduba do Sarmento?”, brinca a empreguete, já sem raiva do ex. “O parma com brie, mas só porque foi tu que fez. É que você é bem mais bonita que o Bola lá do dogão...”, zoa Rodinei. Os dois se divertem com a constatação.

Aproveitando o clima, Rodinei confessa que sente falta de Cida e se aproxima, crente que vai conseguir arrancar um beijo da gatinha. Mas a empreguete o afasta. “Por quê? Você não tá mais com aquele pleiba mesmo”, insiste o grafiteiro. “Eu tô com ódio do Conrado, mas eu ainda não esqueci ele...”, confessa Cida, sem graça. Rodinei entende e diz que eles podem ser amigos. Antes de ir embora, Rodinei dá um beijo carinhoso na empreguete, que fica balançadinha.

Depois do papelão que Conrado (Jonatas Faro) passou com seu pai diante de Sarmento (Tato Gabus Mendes), o gato está tenso. Ele é chamado para levar um papo sério com o advogado, que já começa dizendo que sabe de todas as mentiras do playboy.

"Você não teve tantas propostas de escritórios quanto me disse. A rigor, nenhuma. Em Curitiba, nunca exerceu a profissão, não fez prova da OAB, se meteu em um escândalo, seu pai cortou as mordomias que te dava, você acha mesmo que é o marido que eu sonhei para a minha filha?", joga o advogado, deixando Conrado em maus lençóis.

A conversa vai de mal a pior, mas quando Conrado mostra ter interesse em se acertar com o pai, Sarmento muda de opinião. "Te ajudo a se entender com o seu pai e você a trazer Otto Werneck para este escritório", propõe o advogado, para lá de interesseiro. Conrado acaba topando. "Você vai descobrir do que é capaz o poder de persuasão de um grande advogado", garante o chefão do escritório.

A audiência de Penha (Taís Araújo) e Chayene (Cláudia Abreu) continua pegando fogo. Depois de Rosário (Leandra Leal) ser impedida de depor, Elano (Humberto Carrão) é pego de surpresa ao saber que Humberto (Rodrigo Paldolfo) convocou Lygia (Malu Galli) como testemunha de defesa da cantora.

Lygia conta à juiza que emprestou dinheiro a Penha e logo depois a doméstica pediu demissão sem dar explicações. O jovem advogado consegue argumentar a favor da irmã e mostrar que ela não deu calote na advogada, uma vez que as promissórias assinadas ainda não venceram.

Mas o tiro de misericórdia ainda estava por vir. Elano lembra que Lygia foi advogada de Chayene anteriormente e pergunta por que ela abandonou o caso. “Porque não considerava aquela uma causa justa”, afirma Lygia. “Tubaroa safada”, resmunga Chayene, percebendo que o tiro saiu pela culatra.

Animadíssimo, Kleiton (Fábio Neppo) chega na casa de Rosário (Leandra Leal) e mostra logo para Sidney (Daniel Dantas) o clipe, já que a diva ainda não chegou. Assistindo em primeira mão, o pai não consegue conter o orgulho com o profissionalismo do material.
Ao chegar com Inácio (Ricardo Tozzi), Rosário estranha presença do produtor musical por ali. Ao saber do que se trata, ela já se desanima e avisa que as outras duas empreguetes só estavam brincando e já esqueceram desta besteira.

"Eu compunha pra cantar. Mas deu, cansei de não ser levada a sério, de só levar porta na cara. Agora tô a fim de batalhar outras coisas na minha vida", diz a gata, desanimada. E resta a Kleiton apenas deixar o dvd para Sidney.


Como bom empresário, e malandro, Tom Bastos (Bruno Mazzeo) acha que vai conseguir se aproveitar do sonho de Rosário (Leandra Leal) de virar cantora para limpar a barra de Chayene (Cláudia Abreu). Mas Tom não contava com um namorado ciumento no caminho...


Tom procura Rosário cheio de papinho de como trabalhar a música da gata. A empreguete fica balançada com a proposta de gravar sua música em um estúdio profissional e Tom explica que a única coisa que Rosário teria que fazer em troca era dar entrevistas falando bem de Chayene. “É comum no meio artístico essa troca de favores. Cada um dá o que pode... É um empurrãozinho pra cá, um afago pra lá...”, enrola Tom.

Mas Inácio (Ricardo Tozzi) chega bem na hora e não gosta nada do que ouve. “Fabian?! Mas o quê que você tá fazendo aqui?!”, pergunta Tom, confundindo o namorado de Rosário com o cantor. “Fabian é o escambau, e você vai engolir agora o que falou pra Rosário, junto com teus dentes!”, diz Inácio, antes de dar um murro na cara de Tom, que cai no chão. Dessa vez, até Rosário gosta do ataque de fúria do namorado!


Chegou a hora! Depois de ouvir os depoimentos e analisar o caso, a juíza está prestes a dar o veredicto do processo Chayene (Cláudia Abreu) X Penha (Taís Araújo). Será que a justiça será feita? Todos aguardam ansiosos quando a meritíssima solta a bomba.

"Condeno a senhora Jociléia Imbuzeiro Migon, em arte Chayene, (...) ao pagamento de vinte salários mínimos à vítima pelos danos sofridos. (...) E ainda: condeno a ré a seis horas de prestação de serviços junto à comunidade do Borralho, em atividade ligada à limpeza e saneamento", diz, deixando Chayene roxa de raiva. Melhor sair da frente que o furacão vem aí!


A rainha do eletroforró perde a majestade e sai xingando. "Abestalhado, incompetente! Comprou o diploma onde, na xepa da feira?", grita para Humberto (Rodrigo Pandolfo). "Devia ter me defendido no lugar desse boto cor-de-rosa... Eu, uma popistá, tinha que ter o melhor adevogado a meu serviço!", diz ela a Sarmento (Tato Gabus Mendes), que também ganha desaforos. "Tubarão mais banguela", define a cantora.


Socorro (Titina Medeiros) não bate bem das ideias! A maluca quer ser a personal colega de Chayene (Cláudia Abreu) de qualquer jeito e é Laércio (Luiz Henrique Nogueira) quem tem que ouvir os apelos da descompensada. Em uma dessas tentativas, o eterno capacho da musa piauiense aceita os serviços da louca de volta. Que furada!

Sem nem saber fritar um ovo, Socorro oferece preparar o café da manhã da 'ídala'. Te cuida, Chayene, que a gororoba vem aí! "Bom dia, minha deusa, musa e rainha do tecnoforró! Tá lembrada aqui de sua personal colega? Eu lhe fiz um mingauzinho de puba com todo o meu imenso amor!", oferece ela, deixando Chayene animadíssima com o prato nordestino.


A diva se empolga com o mingau e ataca o prato, mas tem uma surpresa. Chayene fica com a boca colada e se desespera. Laércio percebe que a gororoba de Socorro mais parece uma cola e acusa a cozinheira de araque. "Isso aqui não é um mingau, é um grude assassino! Você colou a boca da Chayene", diz ele.

Parece que não vai ser dessa vez que Socorro vira a personal colega de Chayene... Otto (Leopoldo Pacheco) que se cuide! O Rio de Janeiro está cheio de sanguessugas querendo se aproveitar dele. Que horinha ruim de sair do Paraná, hein?! Pois é, dessa vez é a bruxa da Máslova (Aracy Balabanian) que resolveu dar as caras e marcar um encontro com o genro.

A senhora combina de revê-lo em seu apartamento, já que Conrado (Jonatas Faro) passará a noite na casa da noiva. E a encenação começa:"Eu estou lhe dizendo, Otto, o Conrado está mudado, trabalhando de dia, estudando à noite para o exame da OAB... Você não incentiva e depois vem se queixar do seu filho!".

Inconformado com as palavras da sogra, o empresário não aceita ser o culpado pelo mau caratismo do filho e revolve partir quando Máslova envolve o nome de Márcia (mãe de Conrado), na conversa: "Não me procure mais se for para pedir pelo Conrado".


Clima de romance e o momento ideal para Rodinei (Jayme Matarazzo) tentar aquilo que mais deseja: voltar com Cida (Isabelle Drummond). Sentados em uma caixa d' água, no Borralho, admirando a vista, os dois relembram acontecimentos do passado, quando ainda namoravam.

No meio das lembranças, um fato tira o sorriso do rosto da garota que, triste, constata: "Cê nunca confiou nos Sarmentos, tentou abrir meus olhos, e eu, boba, achando que era parte daquela família...".


Rodinei tenta consolar a amada e, carinhosamente, tenta beijá-la. Porém, ele acaba levando um não e entende o gesto dela. "Eu espero o tempo que for pra você ser minha de novo. O destino juntou a gente, no dia do nosso aniversário, não foi à toa, Cida. Eu quero viver do teu lado", declara o grafiteiro.


CHEIAS DE CHARME (RESUMO DOS CAPÍTULOS) Parte 3

AGORA VEJA CHEIAS DE CHARME (RESUMO DOS CAPÍTULOS) Parte 3

RETORNE AO MENU PRINCIPAL
RETORNE AO MENU PRINCIPAL

Nenhum comentário :